This is the multi-page printable view of this section. Click here to print.

Return to the regular view of this page.

O Projeto Selenium de Automação de Navegadores

Selenium é um projeto que abrange uma variedade de ferramentas e bibliotecas que permitem e suportam a automação de navegadores da web.

Ele fornece extensões para emular a interação do usuário com os navegadores, um servidor de distribuição para escalonar a alocação do navegador, e a infraestrutura para implementações da Especificação W3C WebDriver que permite escrever código intercambiável para todos os principais navegadores da web.

Este projeto é possível graças a colaboradores voluntários que dedicam milhares de horas de seu próprio tempo, e disponibilizaram o código-fonte disponível gratuitamente para qualquer um usar, aproveitar e melhorar.

Selenium reúne criadores de navegadores, engenheiros e entusiastas para promover uma discussão aberta sobre a automação da plataforma da web. O projeto organiza uma conferência anual para ensinar e nutrir a comunidade.

No núcleo do Selenium está WebDriver, uma interface para escrever conjuntos de instruções que podem ser executados alternadamente em muitos navegadores. Aqui está uma das instruções mais simples que você pode fazer:

package dev.selenium.hello;

import org.openqa.selenium.WebDriver;
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver;

public class HelloSelenium {
    public static void main(String[] args) {
        WebDriver driver = new ChromeDriver();

        driver.get("https://selenium.dev");

        driver.quit();
    }
}
from selenium import webdriver


driver = webdriver.Chrome()

driver.get("http://selenium.dev")

driver.quit()
using OpenQA.Selenium.Chrome;

namespace SeleniumDocs.Hello
{
    public class HelloSelenium
    {
        public static void Main()
        {
            var driver = new ChromeDriver();
            
            driver.Navigate().GoToUrl("https://selenium.dev");
            
            driver.Quit();
        }
    }
}
require 'selenium-webdriver'

driver = Selenium::WebDriver.for :chrome

driver.get 'https://selenium.dev'

driver.quit
const {Builder} = require('selenium-webdriver');

(async function helloSelenium() {
    let driver = await new Builder().forBrowser('chrome').build();

    await driver.get('https://selenium.dev');

    await driver.quit();
})();
package dev.selenium.hello

import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver

fun main() {
    val driver = ChromeDriver()

    driver.get("https://selenium.dev")

    driver.quit()
}
import org.openqa.selenium.By
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver

fun main() {
    val driver = ChromeDriver()

    driver.get("https://selenium.dev")

    driver.quit()
}

Consulte a Visão Geral para verificar os diferentes componentes do projeto e decidir se o Selenium é a ferramenta certa para você.

Você deve continuar no Guia de Introdução para entender como instalar o Selenium e usá-lo com sucesso como uma ferramenta de automação de teste e dimensionar testes simples como esse para serem executados em ambientes grandes e distribuídos em vários navegadores e em vários sistemas operacionais diferentes.

1 - Overview

Is Selenium for you? See an overview of the different project components.

Page being translated from English to Portuguese. Do you speak Portuguese? Help us to translate it by sending us pull requests!

Selenium não é só uma ferramenta ou API, mas sim uma composição de várias ferramentas.

WebDriver

Se você está começando com automação de testes de um site de desktop ou site para celular, então vai usar as APIs WebDriver. O WebDriver usa APIs de automação de navegador disponibilizadas por fornecedores de navegador para o controlar e executar testes. É como se um usuário real o estivesse operando. Como o WebDriver não exige que sua API seja compilada com o código do aplicativo, não é intrusivo. Portanto, você está testando o mesmo aplicativo que você envia aos ambientes de produção.

IDE

IDE (Ambiente de Desenvolvimento Integrado, em português) é a ferramenta que você usa para desenvolver seus casos de teste Selenium. É uma extensão para Chrome e Firefox fácil de usar e geralmente é a maneira mais eficiente de desenvolver casos de teste. Ela registra as ações dos usuários no navegador para você, usando comandos Selenium existentes, com parâmetros definidos pelo contexto daquele elemento. Isso não é apenas uma economia de tempo, mas também uma maneira excelente de aprender a sintaxe de script do Selenium.

Grid

Selenium Grid permite que você execute casos de teste em diferentes máquinas em diferentes plataformas. O controle para acionar os casos de teste está na extremidade local, e quando os casos de teste são acionados, eles são automaticamente executados pela extremidade remota.

Após o desenvolvimento dos testes WebDriver, você pode enfrentar a necessidade de executar seus testes em vários navegadores e combinações de sistemas operacionais. É aqui que o Grid entra em cena.

1.1 - Entendendo os componentes

Construir um conjunto de testes usando WebDriver exigirá que você entenda e use efetivamente uma série de componentes diferentes. Como com tudo em software, pessoas diferentes usam termos diferentes para a mesma ideia. Abaixo está uma análise de como os termos são usados nesta descrição.

Terminologia

  • API: interface de programação de aplicativo. Este é o conjunto de “comandos” que você usa para manipular o WebDriver.
  • Biblioteca: um módulo de código que contém as APIs e o código necessário para implementá-los. As bibliotecas são específicas para cada linguagem, por exemplo arquivos .jar para Java, arquivos .dll para .NET, etc.
  • Driver: responsável por controlar o navegador atual. A maioria dos drivers são criados pelos próprios fornecedores de navegadores. Os drivers são geralmente módulos executáveis ​​que são executados no sistema com o próprio navegador, não no sistema que está executando o conjunto de testes. (Embora esses possam ser mesmo sistema.) NOTA: Algumas pessoas se referem aos drivers como proxies.
  • Framework: uma biblioteca adicional usada como suporte para suítes do WebDriver.
  • Essas estruturas podem ser estruturas de teste, como JUnit ou NUnit. Eles também podem ser estruturas que suportam recursos de linguagem natural, como como Cucumber ou Robotium. Frameworks também podem ser escritos e usados ​​para coisas como manipulação ou configuração do sistema em teste, criação de dados, oráculos de teste, etc.

As partes e peças

No mínimo, o WebDriver se comunica com um navegador por meio de um driver. Comunicação é bidirecional: o WebDriver passa comandos para o navegador por meio do driver e recebe informações de volta pela mesma rota.

Basic Communication

O driver é específico para o navegador, como ChromeDriver para Google Chrome / Chromium, GeckoDriver para Mozilla Firefox, etc. O driver é executado no mesmo sistema do navegador. Este pode, ou não ser, o mesmo sistema onde os próprios testes estão sendo executados.

Este exemplo simples acima é comunicação direta. Comunicação para o navegador também pode ser comunicação remota através do servidor Selenium ou RemoteWebDriver. RemoteWebDriver roda no mesmo sistema que o driver e o navegador.

Remote Communication

A comunicação remota também pode ocorrer usando Selenium Server ou Selenium Grid, que, por sua vez, fala com o driver no sistema host

Remote Communication with Grid

Onde frameworks se encaixam

O WebDriver tem um trabalho e apenas um trabalho: comunicar-se com o navegador por meio de qualquer um dos métodos acima. O WebDriver não sabe nada sobre testes: ele não sabe como comparar coisas, afirmar passa ou falha, e certamente não sabe uma coisa sobre relatórios ou gramática Dado / Quando / Então.

É aqui que vários frameworks entram em cena. No mínimo, você precisará de um framework de teste que corresponde às linguagens, por exemplo, NUnit para .NET, JUnit para Java, RSpec para Ruby, etc.

O framework de teste é responsável por rodar e executar seu WebDriver e etapas relacionadas em seus testes. Como tal, você pode pensar nele parecendo a imagem seguinte.

Estrutura de Teste

Frameworks/ferramentas de linguagem natural, como Cucumber, podem existir como parte desse framework de teste na figura acima, ou eles podem envolver o framework de teste inteiramente em sua própria implementação.

1.2 - A Deeper Look

Selenium é um projeto abrangente para uma gama de ferramentas e bibliotecas que permitem e suportam a automação de navegadores da web.

Page being translated from English to Portuguese. Do you speak Portuguese? Help us to translate it by sending us pull requests!

Selenium controla navegadores

Selenium é muitas coisas mas, em sua essência, é um conjunto de ferramentas para automação de navegador da web que usa as melhores técnicas disponíveis para controlar remotamente as instâncias do navegador e emular a interação do usuário com o navegador.

Ele permite que os usuários simulem atividades comuns realizadas por usuários finais; inserir texto em campos, selecionando valores suspensos e caixas de seleção, e clicar em links em documentos. Ele também fornece muitos outros controles, como o movimento do mouse, execução arbitrária de JavaScript e muito mais.

Embora seja usado principalmente para testes de front-end de sites, Selenium é basicamente uma biblioteca de agente de usuário de navegador. As interfaces são onipresentes em seus aplicativos, o que incentiva a composição com outras bibliotecas para atender a sua finalidade.

Uma interface para tudo

Um dos princípios norteadores do projeto é oferecer suporte a uma interface comum para todas as tecnologias de navegador (principais). Os navegadores da web são aplicativos incrivelmente complexos e altamente projetados, realizando suas operações de maneiras completamente diferentes mas que frequentemente têm a mesma aparência ao fazê-lo. Mesmo que o texto seja renderizado com as mesmas fontes, as imagens sejam exibidas no mesmo lugar e os links levem você ao mesmo destino. O que está acontecendo por baixo é tão diferente quanto noite e dia. Selenium “abstrai” essas diferenças, esconde seus detalhes e complexidades da pessoa que está escrevendo o código. Isso permite que você escreva várias linhas de código para realizar um fluxo de trabalho complicado, mas essas mesmas linhas serão executadas no Firefox, Internet Explorer, Chrome e todos os outros navegadores compatíveis.

Ferramentas e suporte

A abordagem de design minimalista do Selenium lhe dá a versatilidade para ser incluído como um componente em aplicações maiores. A infraestrutura circundante fornecida sob o Selenium dá a você as ferramentas para montar sua Grid de navegadores para que os testes possam ser executados em diferentes navegadores e sistemas operacionais em uma variedade de máquinas.

Imagine um banco de computadores em sua sala de servidores ou data center todos abrindo navegadores ao mesmo tempo acessando links, formulários, e tabelas — testando seu aplicativo 24 horas por dia. Por meio da interface de programação simples fornecido para os idiomas mais comuns, esses testes serão executados incansavelmente em paralelo, reportando de volta para você quando ocorrerem erros.

É o objetivo de ajudar a tornar isso uma realidade para você, fornecendo aos usuários ferramentas e documentação não apenas para controlar os navegadores mas para tornar mais fácil dimensionar e implantar essas grades.

Quem usa Selenium

Muitas das empresas mais importantes do mundo adotaram o Selenium para seus testes baseados em navegador, frequentemente substituindo esforços de anos envolvendo outras ferramentas proprietárias. À medida que sua popularidade cresceu, seus requisitos e desafios se multiplicaram.

Conforme a web se torna mais complicada e novas tecnologias são adicionadas aos sites, é a missão deste projeto acompanhá-los sempre que possível. Sendo um projeto de código aberto, este apoio é fornecido por meio da generosa doação de tempo de muitos voluntários, cada um deles tem um “trabalho diurno”.

Outra missão do projeto é incentivar mais voluntários para participar deste esforço, e construir uma comunidade forte para que o projeto possa continuar a acompanhar as tecnologias emergentes e permanecer uma plataforma dominante para automação de teste funcional.

2 - WebDriver

WebDriver drives a browser natively, learn more about it.

Page being translated from English to Portuguese. Do you speak Portuguese? Help us to translate it by sending us pull requests!

O WebDriver manipula um navegador nativamente, como um usuário faria, seja localmente ou em uma máquina remota usando o servidor Selenium, marca um salto em termos de automação do navegador.

Selenium WebDriver refere-se a ambas as ligações de linguagem e as implementações do código de controle do navegador individual. Isso é comumente referido como apenas WebDriver.

Selenium WebDriver é uma recomendação W3C

  • WebDriver é projetado como uma interface de programação simples e mais concisa.

  • WebDriver é uma API compacta orientada a objetos.

  • Ele manipula o navegador de forma eficaz.

2.1 - Começando

If you are new to Selenium, we have a few resources that can help you get up to speed right away.

Page being translated from English to Portuguese. Do you speak Portuguese? Help us to translate it by sending us pull requests!

Selenium suporta automação de todos os principais navegadores do mercado por meio do uso do WebDriver. WebDriver é uma API e protocolo que define uma interface de linguagem neutra para controlar o comportamento dos navegadores da web. Cada navegador é apoiado por uma implementação WebDriver específica, chamada de driver. O driver é o componente responsável por delegar ao navegador, e lida com a comunicação de e para o Selenium e o navegador.

Essa separação é parte de um esforço consciente para que os fornecedores de navegadores assumam a responsabilidade pela implementação de seus navegadores. Selenium faz uso desses drivers de terceiros sempre que possível, mas também fornece seus próprios drivers mantidos pelo projeto para os casos em que isso não é uma realidade.

A estrutura do Selenium une todas essas peças por meio de uma interface voltada para o usuário que permite aos diferentes back-ends de navegador serem usados de forma transparente, permitindo a automação entre navegadores e plataformas cruzadas.

A configuração do Selenium é bastante diferente da configuração de outras ferramentas comerciais. Para usar Selenium em seu projeto de automação, você precisa instalar as bibliotecas de linguagem para sua linguagem de escolha. Além disso, você precisará dos binários WebDriver para os navegadores que você deseja automatizar e executar testes.

A instalação do Selenium é dividida nas etapas:

  1. Instalando a biblioteca Selenium para sua linguagem de programação escolhida.
  2. Configure o driver para o navegador para automatizar o navegador (ex. GeckoDriver para Firefox).
  3. (Opcional) Escolha e configure Selenium Grid se você quiser tornar seus testes escaláveis.

Se você deseja iniciar com ferramenta low-code / gravação e reprodução, por favor veja: Selenium IDE

After completing the setup, you can run the code snippet shown at the Depois de completar as etapas de configuração, você pode executar o snippet de codigo em starting page na documentação. Então siga para seção WebDriver para aprender mais sobre automação de navegadores com Selenium.

2.1.1 - Instalando bibliotecas do Selenium

Setting up the Selenium library for your favourite programming language.

Primeiro você precisa instalar as bibliotecas Selenium para seu projeto de automação. O processo de instalação de bibliotecas depende da linguagem que você escolher usar.

A instalação de bibliotecas Selenium para Java pode ser feita usando Maven. Adicione a dependência selenium-java em seu pom.xml:

<dependency>
  <groupId>org.seleniumhq.selenium</groupId>
  <artifactId>selenium-java</artifactId>
  <version>4.X</version>
</dependency>

A dependência selenium-java suporta a execução de sua automação com todos os navegadores com suporte Selenium. Se você quiser fazer testes apenas em um navegador específico, você pode adicionar a dependência para esse navegador em seu arquivo pom.xml. Por exemplo, você deve adicionar a seguinte dependência em seu pom.xml arquivo para executar seus testes apenas no Firefox:

<dependency>
  <groupId>org.seleniumhq.selenium</groupId>
  <artifactId>selenium-firefox-driver</artifactId>
  <version>4.X</version>
</dependency>

De maneira semelhante, se você deseja executar testes apenas no Chrome, você deve adicionar a seguinte dependência:

<dependency>
  <groupId>org.seleniumhq.selenium</groupId>
  <artifactId>selenium-chrome-driver</artifactId>
  <version>4.X</version>
</dependency>

A instalação de bibliotecas Selenium para Python pode ser feita usando pip:

pip install selenium

Como alternativa, você pode baixar o arquivo de origem do PyPI (selenium-x.x.x.tar.gz) e instale-o usando setup.py:

python setup.py install

A instalação de bibliotecas Selenium para C# pode ser feita usando NuGet:

# Using package manager
Install-Package Selenium.WebDriver
# or using .Net CLI
dotnet add package Selenium.WebDriver

Versões Suportadas .NET

Tenha certeza de utilizar a versão .NET SDK compatível com os Pacotes Selenium relevantes. Veja a seção de dependências em Versões suportadas .NET. Até esta atualização, .NET 5.0 (Visual Studio 2019) é suportada e .NET 6.0 não é suportada.
Você pode fazer o download MSBuild Tools 2019 aqui e instalar os componentes e dependências necessárias, como .NET SDK e NuGet Package Manager.

Usando Visual Studio Code (vscode) e C#

Este é um guia rápido para você iniciar com VSCode e C#, no entanto, mais pesquisas podem ser necessárias.
Instale o .NET SDK compativel como mostrado na seção acima. Além disso instale as extensões (Ctrl-Shift-X) C# e NuGet no VSCode.
Siga as instruções aqui para criar e executar um projeto “Hello World” no console usando C#. Além disso crie um projeto inicial NUnit usando o comando dotnet new NUnit.
Certifique-se de que o arquivo %appdata%\NuGet\nuget.config está configurado corretamente, pois alguns desenvolvedores reportaram que estará vazio devido alguns problemas. Se o arquivo nuget.config estiver vazio, ou não configurado corretamente, então o build .NET irá falhar para projetos Selenium.
Adicione a seguinte seção ao arquivo nuget.config se ele estiver vazio:

<configuration>
  <packageSources>
    <add key="nuget.org" value="https://api.nuget.org/v3/index.json" protocolVersion="3" />
    <add key="nuget.org" value="https://www.nuget.org/api/v2/" />   
  </packageSources>
...

Para mais informações sobre o arquivo nuget.config clique aqui. Você pode ter de personalizar o arquivo nuget.config atender suas necessidades.

Agora, volte ao VSCode, pressione Ctrl-Shift-P e digite “NuGet Add Package” e adicione os pacotes requeridos para Selenium, como o pacote Selenium.WebDriver. Pressione enter e selecione a versão. Agora você pode utilizar os exemplos na documentação relacionada para C# com VSCode.

A instalação de bibliotecas Selenium para Ruby pode ser feita usando gem:

gem install selenium-webdriver

A instalação de bibliotecas Selenium para JavaScript pode ser feita usando npm:

npm install selenium-webdriver
Devido à ausência de vínculos de linguagem nativo para Kotlin, você deve usar vínculos Java, por exemplo, com Maven Java

Próximo passo

Instale os drivers do navegador

2.1.2 - Instalando drivers de navegadores

Configurando seu navegador para ficar preparado para ser automatizado.

Através do WebDriver, o Selenium suporta todos os principais navegadores do mercado como Chrome/Chromium, Firefox, Internet Explorer, Edge, Opera e Safari. Sempre que possível, o WebDriver conduz o navegador usando o suporte integrado do navegador para automação.

Como todas as implementações do driver, exceto a do Internet Explorer, são fornecidas pelos próprios desenvolvedores dos navegadores, elas não estão incluídas na distribuição padrão do Selenium. Esta seção explica os requisitos básicos para você começar a usar os diferentes navegadores.

Leia mais sobre opções avançadas para iniciar um driver na nossa documentação de configuração de driver.

Consulta rápida

NavegadorOS SuportadoMantido porDownloadRastreador de Problemas
Chromium/ChromeWindows/macOS/LinuxGoogleDownloadsProblemas
FirefoxWindows/macOS/LinuxMozillaDownloadsProblemas
EdgeWindows/macOSMicrosoftDownloadsProblemas
Internet ExplorerWindowsProjeto SeleniumDownloadsProblemas
SafarimacOS High Sierra e superioresAppleIntegrado no SistemaProblemas

Observação: O driver Opera não oferece suporte à sintaxe w3c, portanto, recomendamos o uso do chromedriver para trabalhar com o Opera. Veja o exemplo de código para abrir um navegador Opera.

Três maneiras diferentes de usar os drivers

1. Software de gerenciamento de Driver

A maioria das máquinas atualiza automaticamente o navegador, mas não o driver. Para certificar de obter o driver correto para o seu navegador de internet, existem diversas bibliotecas de terceiros para auxiliá-lo.

  1. Importe o WebDriverManager
import io.github.bonigarcia.wdm.WebDriverManager;
  1. Invocar o setup() coloca automaticamente o driver correto, onde o código conseguirá enxergá-lo:
WebDriverManager.chromedriver().setup();
  1. Inicialize o seu driver como você normalmente faria:
ChromeDriver driver = new ChromeDriver();
  1. Importe o Gerenciador de WebDriver para Python
from webdriver_manager.chrome import ChromeDriverManager
  1. Use o install() para obter a localização usada pelo gerenciador WebDriver e passá-la para a classe de serviço
service = Service(executable_path=ChromeDriverManager().install())
  1. Use a instância Service ao inicializar o driver:
driver = webdriver.Chrome(service=service)
  1. Importe o Pacote Gerenciador do WebDriver
using WebDriverManager;
using WebDriverManager.DriverConfigs.Impl;
  1. Use o SetUpDriver() que requer uma classe de configuração:
new DriverManager().SetUpDriver(new ChromeConfig());
  1. Inicialize o seu driver como você normalmente faria:
var driver = new ChromeDriver()
  1. Add webdrivers gem to Gemfile:
gem 'webdrivers', '~> 5.0'
  1. Requer webdrivers no seu projeto:
require 'webdrivers'

3 Inicialize o seu driver como você normalmente faria:

driver = Selenium::WebDriver.for :chrome
Não há um gerenciador de driver recomendado para o JavaScript no momento
  1. Importe o Gerenciador de WebDriver
import io.github.bonigarcia.wdm.WebDriverManager;
  1. Invoque o método de configuração antes de inicializar o driver como faria normalmente:
fun chrome(): WebDriver {
    WebDriverManager.chromedriver().setup()
    return ChromeDriver()
}

2. A variável de ambiente PATH

Esta opção requer primeiro o download manual do driver (Vejá a sessão de Consulta de referencia rápida para links).

Esta é uma opção flexível para alterar a localização dos drivers sem precisar atualizar seu código e funcionará em várias máquinas sem exigir que cada máquina coloque os drivers no mesmo lugar.

Você pode colocar os drivers em um diretório que já está listado em PATH, ou você pode colocá-los em um diretório e acrescenta-lo ao PATH.

Para ver quais diretórios já estão no PATH, abra o Terminal e execute:

echo $PATH

Se o local do seu driver ainda não estiver em um diretório listado, você pode adicionar um novo diretório ao PATH:

echo 'export PATH=$PATH:/path/to/driver' >> ~/.bash_profile
source ~/.bash_profile

Você pode testar se foi adicionado corretamente iniciando o driver:

chromedriver

Para ver quais diretórios já estão no PATH, abra o Terminal e execute:

echo $PATH

Se o local do seu driver ainda não estiver em um diretório listado, você pode adicionar um novo diretório ao PATH:

echo 'export PATH=$PATH:/path/to/driver' >> ~/.zshenv
source ~/.zshenv

Você pode testar se foi adicionado corretamente iniciando o driver:

chromedriver

Para ver quais diretórios já estão no PATH, abra o Prompt de Comando e execute:

echo %PATH%

Se o local do seu driver ainda não estiver em um diretório listado, você pode adicionar um novo diretório ao PATH:

setx PATH "%PATH%;C:\WebDriver\bin"

Você pode testar se foi adicionado corretamente iniciando o driver:

chromedriver.exe

Se o seu PATH estiver configurado corretamente como acima, você verá algumas saídas relacionadas à inicialização do driver:

Starting ChromeDriver 95.0.4638.54 (d31a821ec901f68d0d34ccdbaea45b4c86ce543e-refs/branch-heads/4638@{#871}) on port 9515
Only local connections are allowed.
Please see https://chromedriver.chromium.org/security-considerations for suggestions on keeping ChromeDriver safe.
ChromeDriver was started successfully.

Você pode recuperar o controle do seu prompt de comando pressionando Ctrl+C

3. Localização definida no código

Semelhante à opção 2 acima, você precisará baixar manualmente o driver (Vejá a sessão de Consulta de referencia rápida para links). Especificar a localização no próprio código tem a vantagem de você não precisar se preocupar em descobrir variáveis de ambiente no seu sistema, mas tem a desvantagem de tornar o código muito menos flexível.

System.setProperty("webdriver.chrome.driver","/path/to/chromedriver");
ChromeDriver driver = new ChromeDriver();
from selenium.webdriver.chrome.service import Service
from selenium import webdriver

service = Service(executable_path="/path/to/chromedriver")
driver = webdriver.Chrome(service=service)
var driver = new ChromeDriver(@"C:\WebDriver\bin");
service = Selenium::WebDriver::Service.chrome(path: '/path/to/chromedriver')
driver = Selenium::WebDriver.for :chrome, service: service
const {Builder} = require('selenium-webdriver');
const chrome = require('selenium-webdriver/chrome');

const service = new chrome.ServiceBuilder('/path/to/chromedriver');
const driver = new Builder().forBrowser('chrome').setChromeService(service).build();
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver

fun main(args: Array<String>) {
    System.setProperty("webdriver.chrome.driver", "/path/to/chromedriver")
    val driver = ChromeDriver()
}

Configurações avançadas

Mais informações a respeito de como você pode alterar o comportamento do driver podem ser encontradas na página Configurando Parâmetros do driver.

Próximo passo

Abrindo e fechando um navegador de internet

2.1.3 - Abra e feche um navegador de internet com o Selenium

Exemplos de código para iniciar e parar uma sessão em cada navegador de internet.

Assim que você tiver a biblioteca Selenium instalada, e o driver do seu navegador de internet preferido, você pode iniciar e parar uma sessão com o navegador de internet.

Normalmente, os navegadores são iniciados com opções específicas que descrevem quais recursos o navegador deve suportar e como o navegador deve se comportar durante a sessão. Alguns recursos são compartilhados por todos os navegadores de internet, já outros serão exclusivos para o navegador de internet que está sendo usado. Esta página mostrará exemplos de como iniciar um navegador de internet com os recursos padrões.

Depois de você aprender como iniciar uma sessão, confira a próxima sessão sobre como programar o seu primeiro script Selenium script

Chrome

Por padrão, o Selenium 4 é compativel com o Chrome v75 e versões superiores. Observe que a versão do navegador de internet Chrome e a versão do chromedriver precisam corresponder à versão principal.

Além dos recursos compartilhados, existem recursos Chrome exclusivos que podem ser utilizados.

  ChromeOptions options = new ChromeOptions();
  driver = new ChromeDriver(options);
  
  driver.quit();
  
  options = ChromeOptions()
  driver = webdriver.Chrome(options=options)

  driver.quit()
  
  var options = new ChromeOptions();
  var driver = new ChromeDriver(options);

  driver.Quit();
  
  options = Selenium::WebDriver::Options.chrome
  driver = Selenium::WebDriver.for :chrome, options: options

  driver.quit
  
const {Builder} = require('selenium-webdriver');
const chrome = require('selenium-webdriver/chrome');

(async function openChromeTest() {
  try {
    let options = new chrome.Options();
    let driver = await new Builder()
                .setChromeOptions(options)
                .forBrowser('chrome')
                .build();
    await driver.get('https://www.google.com');
    await driver.quit();
  } catch (error) {
    console.log(error)
  }
})();
  val options = ChromeOptions()
  val driver = ChromeDriver(options)

  driver.quit()
  

Edge

O Microsoft Edge é implementado com o Chromium, com a versão mais antiga com suporte da v79. Semelhante ao Chrome, o número da versão principal do edgedriver deve corresponder à versão principal do navegador Edge

  EdgeOptions options = new EdgeOptions();
  driver = new EdgeDriver(options);

  driver.quit();
  
  options = EdgeOptions()
  driver = webdriver.Edge(options=options)

  driver.quit()
  
  var options = new EdgeOptions();
  var driver = new EdgeDriver(options);
  
  driver.Quit();
  
  options = Selenium::WebDriver::Options.edge
  driver = Selenium::WebDriver.for :edge, options: options

  driver.quit
  
const {Builder} = require('selenium-webdriver');
const edge = require('selenium-webdriver/edge');

(async function openEdgeTest() {
  try {
    let options = new edge.Options();
    let driver = await new Builder()
                .setChromeOptions(options)
                .forBrowser('edge')
                .build();
    await driver.get('https://www.google.com');
    await driver.quit();
  } catch (error) {
    console.log(error)
  }
})();
  val options = EdgeOptions()
  val driver = EdgeDriver(options)

  driver.quit()
  

Firefox

O Selenium 4 requer o Firefox 78 ou superior. Recomenda-se sempre usar a versão mais recente do geckodriver.

  FirefoxOptions options = new FirefoxOptions();
  driver = new FirefoxDriver(options);

  driver.quit();
  
  options = FirefoxOptions()
  driver = webdriver.Firefox(options=options)

  driver.quit()
  
  var options = new FirefoxOptions();
  var driver = new FirefoxDriver(options);
  
  driver.Quit();
  
  options = Selenium::WebDriver::Options.firefox
  driver = Selenium::WebDriver.for :firefox, options: options

  driver.quit
  
const {Builder} = require('selenium-webdriver');
const firefox = require('selenium-webdriver/firefox');

(async function openFirefoxTest() {
  try {
    let options = new firefox.Options();
    let driver = await new Builder()
                .setChromeOptions(options)
                .forBrowser('firefox')
                .build();
    await driver.get('https://www.google.com');
    await driver.quit();
  } catch (error) {
    console.log(error)
  }
})();
  val options = FirefoxOptions()
  val driver = FirefoxDriver(options)

  driver.quit()
  

Internet Explorer

O Driver IE é o único driver mantido diretamente pelo Projeto Selenium. Apesar dos binários para ambas as versões de 32 bits e 64 bits do Internet Explorer estarem disponiveis, existem algumas limitações com o driver de 64 bits. Portanto, é recomendável usar o driver de 32 bits.

Legado

O projeto Selenium tem como objetivo suportar os mesmos lançamentos que a Microsoft considera como atual. Versões mais antigas podem até funcionar, mas não serão suportadas. Observe que o Internet Explorer 11 encerrará o suporte para determinados sistemas operacionais, incluindo o Windows 10 em 15 de junho de 2022.

Deve-se notar que, devido a no Internet Explorer preferências serem salvas na conta do usuário conectado, algumas configurações adicionais são necessárias.

Informações adicionais sobre como usar o Internet Explorer podem ser encontradas na wiki do Selenium

  InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
  driver = new InternetExplorerDriver(options);

  driver.quit();
  
  options = IEOptions()
  driver = webdriver.Ie(options=options)

  driver.quit()
  
  var options = new InternetExplorerOptions();
  var driver = new InternetExplorerDriver(options);
  
  driver.Quit();
  
  options = Selenium::WebDriver::Options.ie
  driver = Selenium::WebDriver.for :ie, options: options

  driver.quit
  
  const { Builder } = require("selenium-webdriver");
  const ie = require('selenium-webdriver/ie');

  let options = new ie.Options();
  let driver = await new Builder()
    .forBrowser('internetExplorer')
    .setIeOptions(options)
    .build();

  await driver.quit();
 
  val options = InternetExplorerOptions()
  val driver = InternetExplorerDriver(options)

  driver.quit()
  

Modo de compatibilidade

O Microsoft Edge pode ser usado no modo de compatibilidade do IE usando o Driver do IE.

  InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
  options.attachToEdgeChrome();
  options.withEdgeExecutablePath("/path/to/edge/browser");
  
  driver = new InternetExplorerDriver(options);
  
  driver.quit();
  
  options = IEOptions()
  options.attach_to_edge_chrome = True
  options.edge_executable_path = "/path/to/edge/browser"
  driver = webdriver.Ie(options=options)

  driver.quit()
  
  var options = new InternetExplorerOptions
  {
    AttachToEdgeChrome = true,
    EdgeExecutablePath = "/path/to/edge/browser"
  };
  var driver = new InternetExplorerDriver(options);
  
  driver.Quit();
  
  options = Selenium::WebDriver::Options.ie
  options.attach_to_edge_chrome = true
  options.edge_executable_path = "/path/to/edge/browser"
  driver = Selenium::WebDriver.for :ie, options: options

  driver.quit
  
  let options = new ie.Options();
  options.setEdgeChromium(true);
  options.setEdgePath("/path/to/edge/browser);

  let driver = await new Builder()
    .forBrowser('internet explorer')
    .setIEOptions(options)
    .build();

  await driver.quit();
  
  val options = InternetExplorerOptions()
  options.attachToEdgeChrome()
  options.withEdgeExecutablePath("/path/to/edge/browser")
  val driver = InternetExplorerDriver(options)

  driver.quit()
  

Opera

Porque o driver opera não define W3C como a sintaxe padrão, mas é baseado no Chromium, é recomendado utilizar o navegador Opera com o chromedriver. Assim como todas as implementações do Chromium, certifique-se de que a versão do navegador corresponda à versão do driver.

  //    Set webdriver.chrome.driver with Opera Driver
  System.setProperty("webdriver.chrome.driver", "OPERA_DRIVER_PATH");
  //    Create ChromeOptions Instance
  ChromeOptions chromeOptions = new ChromeOptions();
  //    Set W3C Dialect
  chromeOptions.setExperimentalOption("w3c", true);
  //    Create ChromeDriver Instance
  WebDriver driver = new ChromeDriver(chromeOptions);
  //    Open Target Website
  driver.get("https://www.selenium.dev");
  //    Quit
  driver.quit();
  
  options = ChromeOptions()
  options.binary_location = "path/to/opera/browser"
  driver = webdriver.Chrome(options=options)

  driver.quit()
  
  var options = new ChromeOptions
  {
    BinaryLocation = "/path/to/opera/browser"
  };
  var driver = new ChromeDriver(options);
  
  driver.Quit();
  
  options = Selenium::WebDriver::Options.chrome
  options.binary = '/path/to/opera/browser'
  driver = Selenium::WebDriver.for :chrome, options: options

  driver.quit
  
  const { Builder } = require("selenium-webdriver");
  const chrome = require('selenium-webdriver/chrome');

  let options = new chrome.Options();
  options.setChromeBinaryPath("/path/to/opera/browser");

  let driver = await new Builder()
    .forBrowser('chrome')
    .setChromeOptions(options)
    .build();

  await driver.quit();
  
  val options = ChromeOptions()
  options.setBinary("/path/to/opera/browser")
  val driver = ChromeDriver(options)
  
  driver.quit()
  

Safari

Desktop

Ao contrário dos drivers Chromium e Firefox, o safaridriver é instalado com o sistema operacional. Para habilitar a automação no Safari, execute o seguinte comando no terminal:

safaridriver --enable
  SafariOptions options = new SafariOptions();
  driver = new SafariDriver(options);
  
  driver.quit();
  driver = webdriver.Safari()

  driver.quit()
  
  var options = new SafariOptions();
  var driver = new SafariDriver(options);

  driver.Quit();
  
  options = Selenium::WebDriver::Options.safari
  driver = Selenium::WebDriver.for :safari, options: options

  driver.quit
  
  const { Builder } = require("selenium-webdriver");
  const safari = require('selenium-webdriver/safari');

  let options = new safari.Options();
  let driver = await new Builder()
    .forBrowser('safari')
    .setSafariOptions(options)
    .build();

  await driver.quit();
  
  val options = SafariOptions()
  val driver = SafariDriver(options)

  driver.quit()
  

Mobile

Aqueles interessados em automatizar o Safari no iOS devem procurar o projeto Appium.

Próximo Passo

Programando o seu primeiro script Selenium

2.1.4 - Programe o seu primeiro script Selenium

Instruções passo a passo para programar um script Selenium

Assim que você tiver o Selenium instalado e os Drivers instalados, você estará pronto para programar códigos Selenium.

Oito Componentes Básicos

Tudo que o Selenium faz é enviar comandos ao navegador de internet para fazer algo ou solicitar informações dele. A maior parte do que você irá fazer com o Selenium é uma combinação desses comandos básicos:

1. Iniciando uma sessão

Para ter mais detalhes sobre como iniciar uma sessão, leia nossa documentação em abrindo e fechando o navegador de internet

        driver = new ChromeDriver();
    driver = webdriver.Chrome()
            var driver = new ChromeDriver();
    driver = Selenium::WebDriver.for :chrome
    let driver = await new Builder().forBrowser('chrome').build();
        driver = ChromeDriver()

2. Agindo no navegador de internet

Nesse exemplo estamos navegando para uma página web.

        driver.get("https://google.com");
    driver.get("https://google.com")
            driver.Navigate().GoToUrl("https://google.com");
    driver.get('https://google.com')
    await driver.get('https://www.google.com');
        driver.get("https://google.com")

3. Solicitando informação do navegador de internet

Existem diversos tipos de informação sobre o navegador de internet que você pode solicitar, incluindo window handles, tamanho / posição do navegador, cookies, alertas e etc.

        String title = driver.getTitle();
    title = driver.title
            var title = driver.Title;
    title = driver.title
    await driver.getTitle();
        title = driver.title

4. Estabelecendo uma Estratégia de Espera

Sincronizar o código ao estado atual do navegador é um dos maiores desafios quando se trabalha com o Selenium, fazer isso de maneira bem feita é um tópico avançado.

Essencialmente, você quer ter certeza absoluta de que o elemento está na página antes de tentar localizá-lo e o elemento está em um estado interativo antes de você tentar interagir com ele.

Uma espera implícita raramente é a melhor solução, mas é a mais fácil de demonstrar aqui, então vamos usá-la como um substituto.

Leia mais sobre Estratégias de espera.

        driver.manage().timeouts().implicitlyWait(Duration.ofMillis(500));
    driver.implicitly_wait(0.5)
            driver.Manage().Timeouts().ImplicitWait = TimeSpan.FromMilliseconds(500);
    driver.manage.timeouts.implicit_wait = 500
    await driver.manage().setTimeouts({implicit: 1000})
        driver.manage().timeouts().implicitlyWait(Duration.ofMillis(500))

5. Encontrando um elemento

A maioria dos comandos na maior parte das sessões do Selenium são relacionados a elementos e você não pode interagir com um sem o primeiro encontrando um elemento

        WebElement searchBox = driver.findElement(By.name("q"));
        WebElement searchButton = driver.findElement(By.name("btnK"));
    search_box = driver.find_element(by=By.NAME, value="q")
    search_button = driver.find_element(by=By.NAME, value="btnK")
            var searchBox = driver.FindElement(By.Name("q"));
            var searchButton = driver.FindElement(By.Name("btnK"));
    search_box = driver.find_element(name: 'q')
    search_button = driver.find_element(name: 'btnK')
    let searchBox = await driver.findElement(By.name('q'));
    let searchButton = await driver.findElement(By.name('btnK'));
        var searchBox = driver.findElement(By.name("q"))
        val searchButton = driver.findElement(By.name("btnK"))

6. Agindo no elemento

Há apenas um punhado de ações a serem executadas em um elemento, mas você irá usá-las com frequência.

        searchBox.sendKeys("Selenium");
        searchButton.click();
    search_box.send_keys("Selenium")
    search_button.click()
            searchBox.SendKeys("Selenium");
            searchButton.Click();
    search_box.send_keys('Selenium')
    search_button.click
    await searchBox.sendKeys('Selenium');
    await searchButton.click();
        searchBox.sendKeys("Selenium")
        searchButton.click()

7. Solicitando informações do elemento

Elementos podem guardar muitas informações que podem ser solicitadas. Observe que precisamos realocar a caixa de pesquisa porque o DOM mudou desde que o localizamos pela primeira vez.

        String value = searchBox.getAttribute("value");
    value = search_box.get_attribute("value")
            var value = searchBox.GetAttribute("value");
    value = search_box.attribute('value')
    let value = await searchBox.getAttribute("value");
        val value = searchBox.getAttribute("value")

8. Encerrando a sessão

Isso encerra o processo do driver, que por padrão também fecha o navegador. Nenhum outro comando pode ser enviado para esta instância do driver.

        driver.quit();
    driver.quit()
            driver.Quit();
    await driver.quit();
        driver.quit()

Juntando tudo

Vamos combinar essas 8 coisas em um script completo com asserções que podem ser executadas por um executor de testes.

package dev.selenium.getting_started;

import org.junit.jupiter.api.Assertions;
import org.junit.jupiter.api.Test;
import org.openqa.selenium.By;
import org.openqa.selenium.WebDriver;
import org.openqa.selenium.WebElement;
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver;

import java.time.Duration;

public class FirstScriptTest {
    public WebDriver driver;

    @Test
    public void eightComponents() {
        driver = new ChromeDriver();

        driver.get("https://google.com");

        String title = driver.getTitle();
        Assertions.assertEquals("Google", title);

        driver.manage().timeouts().implicitlyWait(Duration.ofMillis(500));

        WebElement searchBox = driver.findElement(By.name("q"));
        WebElement searchButton = driver.findElement(By.name("btnK"));

        searchBox.sendKeys("Selenium");
        searchButton.click();

        searchBox = driver.findElement(By.name("q"));
        String value = searchBox.getAttribute("value");
        Assertions.assertEquals("Selenium", value);

        driver.quit();
    }
}
from selenium import webdriver
from selenium.webdriver.common.by import By


def test_eight_components():
    driver = webdriver.Chrome()

    driver.get("https://google.com")

    title = driver.title
    assert title == "Google"

    driver.implicitly_wait(0.5)

    search_box = driver.find_element(by=By.NAME, value="q")
    search_button = driver.find_element(by=By.NAME, value="btnK")

    search_box.send_keys("Selenium")
    search_button.click()

    search_box = driver.find_element(by=By.NAME, value="q")
    value = search_box.get_attribute("value")
    assert value == "Selenium"

    driver.quit()
using System;
using Microsoft.VisualStudio.TestTools.UnitTesting;
using OpenQA.Selenium;
using OpenQA.Selenium.Chrome;

namespace SeleniumDocs.GettingStarted
{
    [TestClass]
    public class FirstScriptTest
    {

        [TestMethod]
        public void ChromeSession()
        {
            var driver = new ChromeDriver();

            driver.Navigate().GoToUrl("https://google.com");

            var title = driver.Title;
            Assert.AreEqual("Google", title);

            driver.Manage().Timeouts().ImplicitWait = TimeSpan.FromMilliseconds(500);

            var searchBox = driver.FindElement(By.Name("q"));
            var searchButton = driver.FindElement(By.Name("btnK"));
            
            searchBox.SendKeys("Selenium");
            searchButton.Click();
            
            searchBox = driver.FindElement(By.Name("q"));
            var value = searchBox.GetAttribute("value");
            Assert.AreEqual("Selenium", value);

            driver.Quit();
        }
    }
}
# frozen_string_literal: true

RSpec.describe 'First Script' do
  it 'uses eight components' do
    driver = Selenium::WebDriver.for :chrome

    driver.get('https://google.com')

    title = driver.title
    expect(title).to eq('Google')

    driver.manage.timeouts.implicit_wait = 500

    search_box = driver.find_element(name: 'q')
    search_button = driver.find_element(name: 'btnK')

    search_box.send_keys('Selenium')
    search_button.click

    search_box = driver.find_element(name: 'q')
    value = search_box.attribute('value')
    expect(value).to eq('Selenium')

    driver.quit
  end
end
const {Builder, By} = require('selenium-webdriver');
const assert = require('assert');

(async function firstScript() {
  try {
    let driver = await new Builder().forBrowser('chrome').build();

    await driver.get('https://www.google.com');

    await driver.getTitle();

    await driver.manage().setTimeouts({implicit: 1000})

    let searchBox = await driver.findElement(By.name('q'));
    let searchButton = await driver.findElement(By.name('btnK'));

    await searchBox.sendKeys('Selenium');
    await searchButton.click();

    let value = await searchBox.getAttribute("value");
    assert.deepStrictEqual(value, "Selenium")

    await driver.quit();
  } catch (error) {
    console.log(error)
  }
})();
package dev.selenium.getting_started

import io.github.bonigarcia.wdm.WebDriverManager
import org.junit.jupiter.api.*
import org.junit.jupiter.api.Assertions.assertEquals
import org.openqa.selenium.By
import org.openqa.selenium.WebDriver
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver
import java.time.Duration

@TestInstance(TestInstance.Lifecycle.PER_CLASS)
class FirstScriptTest {
    private lateinit var driver: WebDriver

    @Test
    fun eightComponents() {
        driver = ChromeDriver()

        driver.get("https://google.com")

        title = driver.title
        assertEquals("Google", title)

        driver.manage().timeouts().implicitlyWait(Duration.ofMillis(500))

        var searchBox = driver.findElement(By.name("q"))
        val searchButton = driver.findElement(By.name("btnK"))

        searchBox.sendKeys("Selenium")
        searchButton.click()

        searchBox = driver.findElement(By.name("q"))
        val value = searchBox.getAttribute("value")
        assertEquals("Selenium", value)

        driver.quit()
    }
}

Próximos Passos

Use oque você aprendeu e construa o seu proprio código Selenium.

À medida que você encontrar mais funcionalidades de que necessita, leia o restante da nossa documentação do WebDriver.

2.1.5 - Como atualizar para Selenium 4

Interessado no Selenium 4? Veja este guia para realizar o upgrade para a ultima versão!

Atualizar para o Selenium 4 deve ser um processo sem dificuldades se você estiver usando uma das linguagens oficialmente suportadas (Ruby, JavaScript, C#, Python, and Java). Pode haver alguns casos em que alguns problemas podem acontecer, este guia irá ajudar você a resolvê-los. Vamos passar as etapas para atualizar as dependências do seu projeto e entender as depreciações e também as mudanças trazidas pela versão atualizada.

Estas são as etapas que seguiremos para atualizar para o Selenium 4:

  • Preparando nosso código de teste
  • Atualizando as dependências
  • Possíveis erros e mensagens de suspensão de uso

Nota: enquanto as versões do Selenium 3.x estavam sendo desenvolvidas, foi implementado o suporte padrão para W3C WebDriver. Este novo protocolo e o legado JSON Wire Protocol foram suportados. Através da versão 3.11, o código do Selenium passou a ser compátivel com o nível 1 da especificação W3C. A compatibilidade do código W3C na ultima versão do Selenium 3 irá funcionar como esperado na versão 4.

Preparando nosso código de teste

Selenium 4 remove suporte para protocolos legados e usa o W3C Webdriver por padrão. Para a maioria das coisas, essa implementação não irá afetar usuários finais. As maiores exeções são Capabilities e a classe Actions.

Recursos

Se os recursos de teste não forem estruturados para serem compatíveis com W3C, pode fazer com que uma sessão não seja iniciada. Aqui está a lista de recursos padrão do W3C WebDriver:

  • browserName
  • browserVersion (replaces version)
  • platformName (replaces platform)
  • acceptInsecureCerts
  • pageLoadStrategy
  • proxy
  • timeouts
  • unhandledPromptBehavior

Uma lista atualizada de recursos padrão pode ser encontrada aqui: W3C WebDriver.

Qualquer recurso que não esteja incluido na lista acima, precisa ser incluido um prefixo de fornecedor. Isso se aplica aos recursos específicos do navegador, bem como aos recursos específicos do fornecedor da nuvem. Por exemplo, se o seu fornecedor de nuvem usa os recursos build e name para seus testes, você precisa envolvê-los em um bloco cloud: options (verifique com seu fornecedor de nuvem o prefixo apropriado).

Antes

DesiredCapabilities caps = DesiredCapabilities.firefox();
caps.setCapability("platform", "Windows 10");
caps.setCapability("version", "92");
caps.setCapability("build", myTestBuild);
caps.setCapability("name", myTestName);
WebDriver driver = new RemoteWebDriver(new URL(cloudUrl), caps);
caps = {};
caps['browserName'] = 'Firefox';
caps['platform'] = 'Windows 10';
caps['version'] = '92';
caps['build'] = myTestBuild;
caps['name'] = myTestName;
DesiredCapabilities caps = new DesiredCapabilities();
caps.SetCapability("browserName", "firefox");
caps.SetCapability("platform", "Windows 10");
caps.SetCapability("version", "92");
caps.SetCapability("build", myTestBuild);
caps.SetCapability("name", myTestName);
var driver = new RemoteWebDriver(new Uri(CloudURL), caps);
caps = Selenium::WebDriver::Remote::Capabilities.firefox
caps[:platform] = 'Windows 10'
caps[:version] = '92'
caps[:build] = my_test_build
caps[:name] = my_test_name
driver = Selenium::WebDriver.for :remote, url: cloud_url, desired_capabilities: caps
caps = {}
caps['browserName'] = 'firefox'
caps['platform'] = 'Windows 10'
caps['version'] = '92'
caps['build'] = my_test_build
caps['name'] = my_test_name
driver = webdriver.Remote(cloud_url, desired_capabilities=caps)

Depois

FirefoxOptions browserOptions = new FirefoxOptions();
browserOptions.setPlatformName("Windows 10");
browserOptions.setBrowserVersion("92");
Map<String, Object> cloudOptions = new HashMap<>();
cloudOptions.put("build", myTestBuild);
cloudOptions.put("name", myTestName);
browserOptions.setCapability("cloud:options", cloudOptions);
WebDriver driver = new RemoteWebDriver(new URL(cloudUrl), browserOptions);
capabilities = {
  browserName: 'firefox',
  browserVersion: '92',
  platformName: 'Windows 10',
  'cloud:options': {
     build: myTestBuild,
     name: myTestName,
  }
}
var browserOptions = new FirefoxOptions();
browserOptions.PlatformName = "Windows 10";
browserOptions.BrowserVersion = "92";
var cloudOptions = new Dictionary<string, object>();
cloudOptions.Add("build", myTestBuild);
cloudOptions.Add("name", myTestName);
browserOptions.AddAdditionalOption("cloud:options", cloudOptions);
var driver = new RemoteWebDriver(new Uri(CloudURL), browserOptions);
options = Selenium::WebDriver::Options.firefox
options.browser_version = 'latest'
options.platform_name = 'Windows 10'
cloud_options = {}
cloud_options[:build] = my_test_build
cloud_options[:name] = my_test_name
options.add_option('cloud:options', cloud_options)
driver = Selenium::WebDriver.for :remote, url: cloud_url, capabilities: options
from selenium.webdriver.firefox.options import Options as FirefoxOptions
options = FirefoxOptions()
options.browser_version = '92'
options.platform_name = 'Windows 10'
cloud_options = {}
cloud_options['build'] = my_test_build
cloud_options['name'] = my_test_name
options.set_capability('cloud:options', cloud_options)
driver = webdriver.Remote(cloud_url, options=options)

Utilitário para encontrar elemento (s) no Java

O utilitário para localizar elementos no Java (interfaces FindsBy) foram removidos visto que se destinavam apenas a uso interno. Os exemplos de código a seguir explicam isso melhor.

Encontrando um único elemento com findElement*

Antes

driver.findElementByClassName("className");
driver.findElementByCssSelector(".className");
driver.findElementById("elementId");
driver.findElementByLinkText("linkText");
driver.findElementByName("elementName");
driver.findElementByPartialLinkText("partialText");
driver.findElementByTagName("elementTagName");
driver.findElementByXPath("xPath");

Depois

driver.findElement(By.className("className"));
driver.findElement(By.cssSelector(".className"));
driver.findElement(By.id("elementId"));
driver.findElement(By.linkText("linkText"));
driver.findElement(By.name("elementName"));
driver.findElement(By.partialLinkText("partialText"));
driver.findElement(By.tagName("elementTagName"));
driver.findElement(By.xpath("xPath"));

Encontrando multiplos elementos com findElements*

Antes

driver.findElementsByClassName("className");
driver.findElementsByCssSelector(".className");
driver.findElementsById("elementId");
driver.findElementsByLinkText("linkText");
driver.findElementsByName("elementName");
driver.findElementsByPartialLinkText("partialText");
driver.findElementsByTagName("elementTagName");
driver.findElementsByXPath("xPath");

Depois

driver.findElements(By.className("className"));
driver.findElements(By.cssSelector(".className"));
driver.findElements(By.id("elementId"));
driver.findElements(By.linkText("linkText"));
driver.findElements(By.name("elementName"));
driver.findElements(By.partialLinkText("partialText"));
driver.findElements(By.tagName("elementTagName"));
driver.findElements(By.xpath("xPath"));

Atualizando as dependências

Verifique as subseções abaixo para isntalar o Selenium 4 e atualizar as dependências do seu projeto

Java

O processo de atualização do Selenium depende de qual ferramenta de compilação está sendo usada. Vamos mostrar as mais comuns para Java, como Maven e Gradle. A versão minínma do Java ainda é 8.

Maven

Antes

<dependencies>
  <!-- more dependencies ... -->
  <dependency>
    <groupId>org.seleniumhq.selenium</groupId>
    <artifactId>selenium-java</artifactId>
    <version>3.141.59</version>
  </dependency>
  <!-- more dependencies ... -->
</dependencies>

Depois

<dependencies>
    <!-- more dependencies ... -->
    <dependency>
        <groupId>org.seleniumhq.selenium</groupId>
        <artifactId>selenium-java</artifactId>
        <version>4.0.0</version>
    </dependency>
    <!-- more dependencies ... -->
</dependencies>

Após realizar a mudança, você pode executar mvn clean compile no mesmo diretório, onde o arquivo pom.xml está.

Gradle

Antes

plugins {
    id 'java'
}
group 'org.example'
version '1.0-SNAPSHOT'
repositories {
    mavenCentral()
}
dependencies {
    testImplementation 'org.junit.jupiter:junit-jupiter-api:5.7.0'
    testRuntimeOnly 'org.junit.jupiter:junit-jupiter-engine:5.7.0'
    implementation group: 'org.seleniumhq.selenium', name: 'selenium-java', version: '3.141.59'
}
test {
    useJUnitPlatform()
}

Depois

plugins {
    id 'java'
}
group 'org.example'
version '1.0-SNAPSHOT'
repositories {
    mavenCentral()
}
dependencies {
    testImplementation 'org.junit.jupiter:junit-jupiter-api:5.7.0'
    testRuntimeOnly 'org.junit.jupiter:junit-jupiter-engine:5.7.0'
    implementation group: 'org.seleniumhq.selenium', name: 'selenium-java', version: '4.0.0'
}
test {
    useJUnitPlatform()
}

Após realizar a mudança, você pode executar ./gradlew clean build no mesmo diretório onde o arquivo build.gradleestá.

Para verifica todas as versões do Java, você pode ir até MVNRepository.

C#

O local para obter atualizações para Selenium 4 em C# é NuGet Dentro do pacaote Selenium.WebDriver você pode seguir as instruções para atualizar para ultima versão. Dentro do Visual Studio, através do NuGet Package Manager você pode executar:

PM> Install-Package Selenium.WebDriver -Version 4.0.0

Python

A mudança mais importante para usar o Python é a versão minima requerida. Para Selenium 4 a versão miníma requerida será Python3.7 ou superior. Mais detalhes podem ser encontrados aqui:Python Package Index. Para atualizar através da linha de comando, você pode executar:

pip install selenium==4.0.0

Ruby

Detalhes para atualizar para o Selenium 4 podem ser vistos aqui: selenium-webdriver gem in RubyGems Para instalar a ultima versão, você pode executar:

gem install selenium-webdriver

Para adicioná-lo ao seu Gemfile:

gem 'selenium-webdriver', '~> 4.0.0'

JavaScript

O pacote selenium-webdriver pode ser encontrado pelo Node package manager, npmjs. Selenium 4 pode ser encontrado aqui. Para instalar, você pode executar:

npm install selenium-webdriver

Ou, atualize o seu package.json e execute npm install:

{
  "name": "selenium-tests",
  "version": "1.0.0",
  "dependencies": {
    "selenium-webdriver": "^4.0.0"
  }
}

Possíveis erros e mensagens de descontinuação

Aqui temos um conjunto de exemplos de código que o ajudarão a superar as mensagens de descontinuação, que você pode encontrar após atualizar para o Selenium 4.

Java

Waits e Timeout

Os parametros que eram esperados de ser recebidos em um Timeout trocaram de (long time, TimeUnit unit) para o (Duration duration).

Antes

driver.manage().timeouts().implicitlyWait(10, TimeUnit.SECONDS);
driver.manage().timeouts().setScriptTimeout(2, TimeUnit.MINUTES);
driver.manage().timeouts().pageLoadTimeout(10, TimeUnit.SECONDS);

Depois

driver.manage().timeouts().implicitlyWait(Duration.ofSeconds(10));
driver.manage().timeouts().scriptTimeout(Duration.ofMinutes(2));
driver.manage().timeouts().pageLoadTimeout(Duration.ofSeconds(10));

As esperas(waits) também esperam parâmetros diferentes agora. O WebDriverWait agora espera uma Duration em vez de um tempo limite long em segundos e milissegundos. Os métodos utilitários withTimeout e pollingEvery do FluentWait passaram do (long time, TimeUnit unit) para o (Duration duration).

Antes

new WebDriverWait(driver, 3)
.until(ExpectedConditions.elementToBeClickable(By.cssSelector("#id")));

Wait<WebDriver> wait = new FluentWait<WebDriver>(driver)
  .withTimeout(30, TimeUnit.SECONDS)
  .pollingEvery(5, TimeUnit.SECONDS)
  .ignoring(NoSuchElementException.class);

Depois

new WebDriverWait(driver, Duration.ofSeconds(3))
  .until(ExpectedConditions.elementToBeClickable(By.cssSelector("#id")));

  Wait<WebDriver> wait = new FluentWait<WebDriver>(driver)
  .withTimeout(Duration.ofSeconds(30))
  .pollingEvery(Duration.ofSeconds(5))
  .ignoring(NoSuchElementException.class);

A fusão de recursos não estã mais alterando o objeto de invocação

Antes era possível fundir um conjunto diferente de recursos em outro counjunto, e isso alterava o objeto de chamada. Agora, o resultado da operação de fusão precisa ser atribuído.

Antes

MutableCapabilities capabilities = new MutableCapabilities();
capabilities.setCapability("platformVersion", "Windows 10");
FirefoxOptions options = new FirefoxOptions();
options.setHeadless(true);
options.merge(capabilities);

Como resultado, o objeto options estava sendo modificado.

Depois

MutableCapabilities capabilities = new MutableCapabilities();
capabilities.setCapability("platformVersion", "Windows 10");
FirefoxOptions options = new FirefoxOptions();
options.setHeadless(true);
options = options.merge(capabilities);

O resultado da chamada merge precisa ser atribuído a um objeto.

Firefox Legacy

Antes do GeckoDriver existir, o projeto Selenium tinha uma implementação de driver para automatizar o Firefox(versão<48). Entretanto, esta implementação não é mais necessária, pois não funciona nas versões mais recentes do Firefox. Para evitar graves problemas ao atualizar para o Selenium 4, a opção setLegacy será mostrada como obsoleta. A recomendação é parar de utilizar a implementação antiga e depender apenas do GeckoDriver. O código a seguir mostrará a linha setLegacy obsoleta após atualizar.

FirefoxOptions options = new FirefoxOptions();
options.setLegacy(true);

BrowserType

A interface BrowserType existe há um bom tempo, más ela está ficando obsoleta a favor da nova interface Browser.

Antes

MutableCapabilities capabilities = new MutableCapabilities();
capabilities.setCapability("browserVersion", "92");
capabilities.setCapability("browserName", BrowserType.FIREFOX);

Depois

MutableCapabilities capabilities = new MutableCapabilities();
capabilities.setCapability("browserVersion", "92");
capabilities.setCapability("browserName", Browser.FIREFOX);

C#

AddAdditionalCapability está descontinuada

Em vez dela, AddAdditionalOption é recomendada. Aqui está um exemplo mostrando isso:

Antes

var browserOptions = new ChromeOptions();
browserOptions.PlatformName = "Windows 10";
browserOptions.BrowserVersion = "latest";
var cloudOptions = new Dictionary<string, object>();
browserOptions.AddAdditionalCapability("cloud:options", cloudOptions, true);

Depois

var browserOptions = new ChromeOptions();
browserOptions.PlatformName = "Windows 10";
browserOptions.BrowserVersion = "latest";
var cloudOptions = new Dictionary<string, object>();
browserOptions.AddAdditionalOption("cloud:options", cloudOptions);

Python

executable_path foi descontinuada, por favor, passe um Service object

No Selenium 4, você precisara definir o executable_path a partir de um objeto Service para evitar avisos de depreciação. (Ou não defina o caminho e, em vez disso, certifique-se de que o driver que você precisa esteja no System PATH.)

Antes

from selenium import webdriver
options = webdriver.ChromeOptions()
options.add_experimental_option("excludeSwitches", ["enable-automation"])
options.add_experimental_option("useAutomationExtension", False)
driver = webdriver.Chrome(executable_path=CHROMEDRIVER_PATH, options=options)

Depois

from selenium import webdriver
from selenium.webdriver.chrome.service import Service as ChromeService
options = webdriver.ChromeOptions()
options.add_experimental_option("excludeSwitches", ["enable-automation"])
options.add_experimental_option("useAutomationExtension", False)
service = ChromeService(executable_path=CHROMEDRIVER_PATH)
driver = webdriver.Chrome(service=service, options=options)

Resumo

Passamos pelas principais mudanças a serem levadas em consideração ao atualizar para o Selenium 4. Cobrimos os diferentes aspectos a serem cobertos quando o código de teste é preparado para a atualização, incluindo sugestões sobre como evitar possíveis problemas que podem aparecer ao usar a nova versão do Selenium. Para finalizar, também abordamos um conjunto de possíveis problemas com os quais você pode se deparar depois da atualização e compartilhamos possíveis correções para esses problemas.

Este tópico foi originalmente postado no site https://saucelabs.com/resources/articles/how-to-upgrade-to-selenium-4

2.2 - Capabilities

Page being translated from English to Portuguese. Do you speak Portuguese? Help us to translate it by sending us pull requests!

2.2.1 - Recursos compartilhados

These capabilities are shared by all browsers.

Para criar uma nova sessão por Selenium WebDriver, a extremidade local deve fornecer os recursos básicos para a extremidade remota. A extremidade remota usa o mesmo conjunto de recursos para cria uma sessão e descreve os recursos da sessão atual.

WebDriver fornece recursos que cada controle extremidade remota irá/deverá apoiar a implementação. A seguir estão os recursos que o WebDriver suporta:

browserName:

Este recurso é usado para definir o browserName para uma determinada sessão. Se o navegador especificado não estiver instalado na extremidade remota, a criação da sessão irá falhar

browserVersion:

Este recurso é opcional, usado para definir a versão do navegador disponível na extremidade remota. Por exemplo, se pedir o Chrome versão 75 em um sistema que tem apenas a versão 80 instalada, a criação da sessão irá falhar

pageLoadStrategy:

Ao navegar para uma nova página via URL, por padrão o Selenium irá esperar até que a página esteja totalmente carregada antes de responder. Isso funciona bem para iniciantes, mas pode causar longos tempos de espera em páginas que carregam um grande número de recursos de terceiros. Usar uma estratégia não padrão pode tornar a execução de testes mais rápida em casos como este, mas também pode apresentar instabilidade onde os elementos na página mudam de posição conforme os elementos são carregados e mudam de tamanho.

A estratégia de carregamento da página consulta o document.readyState conforme descrito na tabela abaixo:

EstrtégiaReady StateNotas
normalcompleteUsado por padrão, aguarda o download de todos os recursos
eagerinteractiveO acesso ao DOM está pronto, mas outros recursos, como imagens, ainda podem estar carregando
noneAnyNão bloqueia o WebDriver de nenhuma forma

platformName

Isso identifica o sistema operacional na extremidade remota e buscar o platformName retorna o nome do sistema operacional.

Em provedores baseados em nuvem, definir platformName define o sistema operacional na extremidade remota.

acceptInsecureCerts

Este recurso verifica se um Certificado TLS expirado (ou) inválido é usado durante a navegação durante uma sessão.

Se o recurso for definido como false, um erro de certificado inseguro será retornado quando a navegação encontrar qualquer problema de certificado de domínio. Se definido como verdadeiro, o certificado inválido será confiável para o navegador.

Todos os certificados autoassinados serão considerados confiáveis por esse recurso por padrão. Uma vez definido, o recurso acceptInsecureCerts terá um efeito para toda a sessão.

timeout

Uma session do WebDriver é imposta com um certo intervalo session timeout durante o qual o usuário pode controlar o comportamento de executar scripts ou recuperar informações do navegador.

Cada tempo limite de sessão é configurado com combinação de diferentes timeouts, conforme descrito abaixo:

Timeout de Script:

Especifica quando interromper um script em execução em um contexto de navegação atual. O tempo limite padrão 30.000 é imposto quando uma nova sessão é criada pelo WebDriver.

Timeout de Carregamento de Página:

Especifica o intervalo de tempo em que a página da web precisa ser carregado em um contexto de navegação atual. O tempo limite padrão 300.000 é imposto quando uma nova sessão é criada pelo WebDriver. Se os carregamento da página delimitar um determinado período de tempo, o script será interrompido por TimeoutException.

Timeout de Espera Implícita:

Isso especifica o tempo de espera pela estratégia de implicit element location quando localizando de elementos. O tempo limite padrão 0 é imposto quando uma nova sessão é criada pelo WebDriver.

unhandledPromptBehavior

Especifica o estado do user prompt handler da sessão atual. O padrão é dismiss and notify state (dispensar e notificar estado, em português)

User Prompt Handler

Isso define qual ação deve ser tomada quando um o prompt do usuário se encontra na extremidade remota. Isso é definido pelo recurso unhandledPromptBehavior e tem os seguintes estados:

  • dismiss
  • accept
  • dismiss and notify
  • accept and notify
  • ignore

setWindowRect

Este comando altera o tamanho e a posição da atual janela de contexto de navegação. Este comando atua como setter para o comando getWindowRect que aceita largura, altura, x, y como argumentos opcionais.

Durante a automação, o contexto de navegação atual será associado com estados de janela, que descrevem a visibilidade da janela do navegador. Os estados da janela são

  • maximized
  • minimized
  • normal
  • fullscreen

Definir Width ou Height não garante que o resultado o tamanho da janela corresponderá exatamente ao que foi inserido. Isto é porque alguns drivers podem não ser redimensionados em incrementos de pixel único. Devido a isso, buscar o estado / detalhes da janela por getWindowRect pode não corresponder igualmente aos valores definidos para o navegador.

strictFileInteractability

O novo recurso indica se as verificações estritas de interatividade devem ser aplicadas aos elementos input type = file. Como as verificações de interatividade estrita estão desativadas por padrão, há uma mudança no comportamento ao usar Element Send Keys com controles de upload de arquivos ocultos.

proxy

Um servidor proxy atua como intermediário para solicitações entre um cliente e um servidor. De forma simples, o tráfego flui através do servidor proxy a caminho do endereço que você solicitou e de volta.

Um servidor proxy para scripts de automação com Selenium pode ser útil para:

  • Capturar o tráfego da rede
  • Simular chamadas de back-end feitas pelo site
  • Acessar o site necessário em uma rede complexa topologias ou restrições / políticas corporativas estritas.

Se você estiver em um ambiente corporativo, e um navegador não consegue se conectar a um URL, isso é provavelmente porque o ambiente precisa de um proxy para ser acessado.

O Selenium WebDriver fornece uma maneira de configurações de proxy:

import org.openqa.selenium.Proxy;
import org.openqa.selenium.WebDriver;
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver;
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeOptions;

public class proxyTest {
public static void main(String[] args) {
Proxy proxy = new Proxy();
proxy.setHttpProxy("<HOST:PORT>");
ChromeOptions options = new ChromeOptions();
options.setCapability("proxy", proxy);
WebDriver driver = new ChromeDriver(options);
driver.get("https://www.google.com/");
driver.manage().window().maximize();
driver.quit();
}
}
from selenium import webdriver

PROXY = "<HOST:PORT>"
webdriver.DesiredCapabilities.FIREFOX['proxy'] = {
"httpProxy": PROXY,
"ftpProxy": PROXY,
"sslProxy": PROXY,
"proxyType": "MANUAL",

}

with webdriver.Firefox() as driver:
# Open URL
driver.get("https://selenium.dev")
using OpenQA.Selenium;
using OpenQA.Selenium.Chrome;

public class ProxyTest{
public static void Main() {
ChromeOptions options = new ChromeOptions();
Proxy proxy = new Proxy();
proxy.Kind = ProxyKind.Manual;
proxy.IsAutoDetect = false;
proxy.SslProxy = "<HOST:PORT>";
options.Proxy = proxy;
options.AddArgument("ignore-certificate-errors");
IWebDriver driver = new ChromeDriver(options);
driver.Navigate().GoToUrl("https://www.selenium.dev/");
}
}
# este código foi escrito com Selenium 4

proxy = Selenium::WebDriver::Proxy.new(http: '<HOST:PORT>')
cap   = Selenium::WebDriver::Remote::Capabilities.chrome(proxy: proxy)

driver = Selenium::WebDriver.for(:chrome, capabilities: cap)
driver.get('http://google.com')
let webdriver = require('selenium-webdriver');
let chrome = require('selenium-webdriver/chrome');
let proxy = require('selenium-webdriver/proxy');
let opts = new chrome.Options();

(async function example() {
opts.setProxy(proxy.manual({http: '<HOST:PORT>'}));
let driver = new webdriver.Builder()
.forBrowser('chrome')
.setChromeOptions(opts)
.build();
try {
await driver.get("https://selenium.dev");
}
finally {
await driver.quit();
}
}());
import org.openqa.selenium.Proxy
import org.openqa.selenium.WebDriver
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeOptions

class proxyTest {
fun main() {

        val proxy = Proxy()
        proxy.setHttpProxy("<HOST:PORT>")
        val options = ChromeOptions()
        options.setCapability("proxy", proxy)
        val driver: WebDriver = ChromeDriver(options)
        driver["https://www.google.com/"]
        driver.manage().window().maximize()
        driver.quit()
    }
}

2.2.2 - Capabilities specific to Chromium browsers

These capabilities are specific to Chromium based browsers.

These Capabilities apply to:

  • Chrome
  • Chromium
  • Edge

2.2.3 - Capabilities specific to Firefox browser

These capabilities are specific to Firefox.

Definindo recursos usando FirefoxOptions

FirefoxOptions é a nova forma de definir recursos para o Navegador Firefox e geralmente deve ser usado em detrimento de DesiredCapabilities.

FirefoxOptions options = new FirefoxOptions();
options.addPreference("network.proxy.type", 0);
driver = new RemoteWebDriver(options);
  
from selenium.webdriver.firefox.options import Options
options = Options()
options.headless = True
driver = webdriver.Firefox(options=options)
  
var options = new FirefoxOptions();
options.Proxy.Kind = ProxyKind.Direct;
var driver = new FirefoxDriver(options);
  
require 'selenium-webdriver'
opts = Selenium::WebDriver::Firefox::Options.new(args: ['-headless'])
driver = Selenium::WebDriver.for(:firefox, options: opts)
  
const { Builder } = require("selenium-webdriver");
const firefox = require('selenium-webdriver/firefox');

const options = new firefox.Options();
options.headless();
const driver = new Builder()
    .forBrowser('firefox')
    .setFirefoxOptions(options)
    .build();
  
val options = new FirefoxOptions()
options.addPreference("network.proxy.type", 0)
driver = RemoteWebDriver(options)
  

Definindo um perfil personalizado

É possível criar um perfil personalizado para o Firefox, conforme demonstrado abaixo.

FirefoxProfile profile = new FirefoxProfile();
FirefoxOptions options = new FirefoxOptions();
options.setProfile(profile);
driver = new RemoteWebDriver(options);
  
from selenium.webdriver.firefox.options import Options
from selenium.webdriver.firefox.firefox_profile import FirefoxProfile
options=Options()
firefox_profile = FirefoxProfile()
firefox_profile.set_preference("javascript.enabled", False)
options.profile = firefox_profile
  
var options = new FirefoxOptions();
var profile = new FirefoxProfile();
options.Profile = profile;
var driver = new RemoteWebDriver(options);
  
profile = Selenium::WebDriver::Firefox::Profile.new
profile['browser.download.dir'] = "/tmp/webdriver-downloads"
options = Selenium::WebDriver::Firefox::Options.new(profile: profile)
driver = Selenium::WebDriver.for :firefox, options: options
  
const { Builder } = require("selenium-webdriver");
const firefox = require('selenium-webdriver/firefox');

const options = new firefox.Options();
let profile = '/path to custom profile';
options.setProfile(profile);
const driver = new Builder()
    .forBrowser('firefox')
    .setFirefoxOptions(options)
    .build();
  
val options = FirefoxOptions()
options.profile = FirefoxProfile()
driver = RemoteWebDriver(options)
  

2.2.4 - Capabilities specific to Internet Explorer browser

These capabilities are specific to Internet Explorer.

fileUploadDialogTimeout

Em alguns ambientes, o Internet Explorer pode expirar ao abrir a Caixa de Diálogo de upload de arquivo. O IEDriver tem um tempo limite padrão de 1000 ms, mas você pode aumentar o tempo limite usando o recurso fileUploadDialogTimeout.

InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
options.waitForUploadDialogUpTo(Duration.ofSeconds(2));
WebDriver driver = new RemoteWebDriver(options);
  
from selenium import webdriver

options = webdriver.IeOptions()
options.file_upload_dialog_timeout = 2000
driver = webdriver.Ie(options=options)

# Navegar para Url
driver.get("http://www.google.com")

driver.quit()
  
var options = new InternetExplorerOptions();
options.FileUploadDialogTimeout = TimeSpan.FromMilliseconds(2000);
var driver = new RemoteWebDriver(options);
  
options = Selenium::WebDriver::IE::Options.new
options.file_upload_dialog_timeout = 2000
driver = Selenium::WebDriver.for(:ie, options: options)
  
const ie = require('selenium-webdriver/ie');
let options = new ie.Options().fileUploadDialogTimeout(2000);
let driver = await Builder()
          .setIeOptions(options)
          .build(); 
  
val options = InternetExplorerOptions()
options.waitForUploadDialogUpTo(Duration.ofSeconds(2))
val driver = RemoteWebDriver(options)
  

ensureCleanSession

Quando definido como true, este recurso limpa o Cache, Histórico do navegador e cookies para todas as instâncias em execução do InternetExplorer, incluindo aquelas iniciadas manualmente ou pelo driver. Por padrão, é definido como false.

Usar este recurso causará queda de desempenho quando iniciar o navegador, pois o driver irá esperar até que o cache seja limpo antes de iniciar o navegador IE.

Esse recurso aceita um valor booleano como parâmetro.

InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
options.destructivelyEnsureCleanSession();
WebDriver driver = new RemoteWebDriver(options);
  
from selenium import webdriver

options = webdriver.IeOptions()
options.ensure_clean_session = True
driver = webdriver.Ie(options=options)

# Navegar para Url
driver.get("http://www.google.com")

driver.quit()
  
var options = new InternetExplorerOptions();
options.EnsureCleanSession = true;
var driver = new RemoteWebDriver(options);
  
options = Selenium::WebDriver::IE::Options.new
options.ensure_clean_session = true
driver = Selenium::WebDriver.for(:ie, options: options)
  
const ie = require('selenium-webdriver/ie');
let options = new ie.Options().ensureCleanSession(true);
let driver = await Builder()
          .setIeOptions(options)
          .build(); 
  
val options = InternetExplorerOptions()
options.destructivelyEnsureCleanSession()
val driver = RemoteWebDriver(options)
  

ignoreZoomSetting

O driver do InternetExplorer espera que o nível de zoom do navegador seja de 100%, caso contrário, o driver lançará uma exceção. Este comportamento padrão pode ser desativado definindo ignoreZoomSetting como true.

Esse recurso aceita um valor booleano como parâmetro.

InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
options.ignoreZoomSettings();
WebDriver driver = new RemoteWebDriver(options);
  
from selenium import webdriver

options = webdriver.IeOptions()
options.ignore_zoom_level = True
driver = webdriver.Ie(options=options)

# Navegar para Url
driver.get("http://www.google.com")

driver.quit()
  
var options = new InternetExplorerOptions();
options.IgnoreZoomLevel = true;
var driver = new RemoteWebDriver(options);
  
options = Selenium::WebDriver::IE::Options.new
options.ignore_zoom_level = true
driver = Selenium::WebDriver.for(:ie, options: options)
  
const ie = require('selenium-webdriver/ie');
let options = new ie.Options().ignoreZoomSetting(true);
let driver = await Builder()
          .setIeOptions(options)
          .build(); 
  
val options = InternetExplorerOptions()
options.ignoreZoomSettings()
val driver = RemoteWebDriver(options)
  

ignoreProtectedModeSettings

Se deve ignorar a verificação do Modo protegido durante o lançamento uma nova sessão do IE.

Se não for definido e as configurações do Modo protegido não forem iguais para todas as zonas, uma exceção será lançada pelo driver.

Se a capacidade for definida como true, os testes podem tornar-se instáveis, não responderem ou os navegadores podem travar. No entanto, esta ainda é de longe a segunda melhor escolha, e a primeira escolha sempre deve ser definir as configurações do Modo protegido de cada zona manualmente. Se um usuário estiver usando esta propriedade, apenas um “melhor esforço” no suporte será dado.

Esse recurso aceita um valor booleano como parâmetro.

InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
options.introduceFlakinessByIgnoringSecurityDomains();
WebDriver driver = new RemoteWebDriver(options);
  
from selenium import webdriver

options = webdriver.IeOptions()
options.ignore_protected_mode_settings = True
driver = webdriver.Ie(options=options)

# Navegar para Url
driver.get("http://www.google.com")

driver.quit()
  
var options = new InternetExplorerOptions();
options.IntroduceInstabilityByIgnoringProtectedModeSettings = true;
var driver = new RemoteWebDriver(options);
  
options = Selenium::WebDriver::IE::Options.new
options.ignore_protected_mode_settings = true
driver = Selenium::WebDriver.for(:ie, options: options)
  
const ie = require('selenium-webdriver/ie');
let options = new ie.Options().introduceFlakinessByIgnoringProtectedModeSettings(true);
let driver = await Builder()
          .setIeOptions(options)
          .build(); 
  
val options = InternetExplorerOptions()
options.introduceFlakinessByIgnoringSecurityDomains()
val driver = RemoteWebDriver(options)
  

silent

Quando definido como true, esse recurso suprime a saída de diagnóstico do IEDriverServer.

Esse recurso aceita um valor booleano como parâmetro.

InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
options.setCapability("silent", true);
WebDriver driver = new InternetExplorerDriver(options);
  
from selenium import webdriver

options = webdriver.IeOptions()
options.set_capability("silent", True)
driver = webdriver.Ie(options=options)

# Navegar para Url
driver.get("http://www.google.com")

driver.quit()
  
InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
options.AddAdditionalInternetExplorerOption("silent", true);
IWebDriver driver = new InternetExplorerDriver(options);
  
    # Por favor inclua um PR para adicionar uma amostra de código
  
const {Builder,By, Capabilities} = require('selenium-webdriver');
let caps = Capabilities.ie();
caps.set('silent', true);

(async function example() {
    let driver = await new Builder()
        .forBrowser('internet explorer')
        .withCapabilities(caps)
        .build();
    try {
        await driver.get('http://www.google.com/ncr');
    }
    finally {
        await driver.quit();
    }
})();
  
import org.openqa.selenium.Capabilities
import org.openqa.selenium.ie.InternetExplorerDriver
import org.openqa.selenium.ie.InternetExplorerOptions

fun main() {
    val options = InternetExplorerOptions()
    options.setCapability("silent", true)
    val driver = InternetExplorerDriver(options)
    try {
        driver.get("https://google.com/ncr")
        val caps = driver.getCapabilities()
        println(caps)
    } finally {
        driver.quit()
    }
}
  

Opções de linha de comando do IE

O Internet Explorer inclui várias opções de linha de comando que permitem solucionar problemas e configurar o navegador.

Os seguintes pontos descrevem algumas opções de linha de comando com suporte

  • -private: Usado para iniciar o IE no modo de navegação privada. Isso funciona para o IE 8 e versões posteriores.

  • -k: Inicia o Internet Explorer no modo quiosque. O navegador é aberto em uma janela maximizada que não exibe a barra de endereço, os botões de navegação ou a barra de status.

  • -extoff: Inicia o IE no modo sem add-on. Esta opção é usada especificamente para solucionar problemas com complementos do navegador. Funciona no IE 7 e versões posteriores.

Nota: forceCreateProcessApi deve ser habilitado para que os argumentos da linha de comando funcionem.

import org.openqa.selenium.Capabilities;
import org.openqa.selenium.ie.InternetExplorerDriver;
import org.openqa.selenium.ie.InternetExplorerOptions;

public class ieTest {
    public static void main(String[] args) {
        InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
        options.useCreateProcessApiToLaunchIe();
        options.addCommandSwitches("-k");
        InternetExplorerDriver driver = new InternetExplorerDriver(options);
        try {
            driver.get("https://google.com/ncr");
            Capabilities caps = driver.getCapabilities();
            System.out.println(caps);
        } finally {
            driver.quit();
        }
    }
}
  
from selenium import webdriver

options = webdriver.IeOptions()
options.add_argument('-private')
options.force_create_process_api = True
driver = webdriver.Ie(options=options)

# Navegar para Url
driver.get("http://www.google.com")

driver.quit()
  
using System;
using OpenQA.Selenium;
using OpenQA.Selenium.IE;

namespace ieTest {
 class Program {
  static void Main(string[] args) {
   InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
   options.ForceCreateProcessApi = true;
   options.BrowserCommandLineArguments = "-k";
   IWebDriver driver = new InternetExplorerDriver(options);
   driver.Url = "https://google.com/ncr";
  }
 }
}
  
require 'selenium-webdriver'
options = Selenium::WebDriver::IE::Options.new
options.force_create_process_api = true
options.add_argument('-k')
driver = Selenium::WebDriver.for(:ie, options: options)

begin
  # Navegar para URL
  driver.get 'https://google.com'
  puts(driver.capabilities.to_json)
ensure
  driver.quit
end
  
const ie = require('selenium-webdriver/ie');
let options = new ie.Options();
options.addBrowserCommandSwitches('-k');
options.addBrowserCommandSwitches('-private');
options.forceCreateProcessApi(true);

driver = await env.builder()
          .setIeOptions(options)
          .build();
  
import org.openqa.selenium.Capabilities
import org.openqa.selenium.ie.InternetExplorerDriver
import org.openqa.selenium.ie.InternetExplorerOptions

fun main() {
    val options = InternetExplorerOptions()
    options.useCreateProcessApiToLaunchIe()
    options.addCommandSwitches("-k")
    val driver = InternetExplorerDriver(options)
    try {
        driver.get("https://google.com/ncr")
        val caps = driver.getCapabilities()
        println(caps)
    } finally {
        driver.quit()
    }
}
  

forceCreateProcessApi

Força a inicialização do Internet Explorer usando a API CreateProcess. O valor padrão é falso.

Para IE 8 e superior, esta opção requer que o valor de registro “TabProcGrowth” seja definido como 0.

import org.openqa.selenium.Capabilities;
import org.openqa.selenium.ie.InternetExplorerDriver;
import org.openqa.selenium.ie.InternetExplorerOptions;

public class ieTest {
    public static void main(String[] args) {
        InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
        options.useCreateProcessApiToLaunchIe();
        InternetExplorerDriver driver = new InternetExplorerDriver(options);
        try {
            driver.get("https://google.com/ncr");
            Capabilities caps = driver.getCapabilities();
            System.out.println(caps);
        } finally {
            driver.quit();
        }
    }
}
  
from selenium import webdriver

options = webdriver.IeOptions()
options.force_create_process_api = True
driver = webdriver.Ie(options=options)

# Navegar para Url
driver.get("http://www.google.com")

driver.quit()
  
using System;
using OpenQA.Selenium;
using OpenQA.Selenium.IE;

namespace ieTest {
 class Program {
  static void Main(string[] args) {
   InternetExplorerOptions options = new InternetExplorerOptions();
   options.ForceCreateProcessApi = true;
   IWebDriver driver = new InternetExplorerDriver(options);
   driver.Url = "https://google.com/ncr";
  }
 }
}
  
require 'selenium-webdriver'
options = Selenium::WebDriver::IE::Options.new
options.force_create_process_api = true
driver = Selenium::WebDriver.for(:ie, options: options)

begin
  # Navegar para Url
  driver.get 'https://google.com'
  puts(driver.capabilities.to_json)
ensure
  driver.quit
end
  
const ie = require('selenium-webdriver/ie');
let options = new ie.Options();
options.forceCreateProcessApi(true);

driver = await env.builder()
          .setIeOptions(options)
          .build();
  
import org.openqa.selenium.Capabilities
import org.openqa.selenium.ie.InternetExplorerDriver
import org.openqa.selenium.ie.InternetExplorerOptions

fun main() {
    val options = InternetExplorerOptions()
    options.useCreateProcessApiToLaunchIe()
    val driver = InternetExplorerDriver(options)
    try {
        driver.get("https://google.com/ncr")
        val caps = driver.getCapabilities()
        println(caps)
    } finally {
        driver.quit()
    }
}
  

2.2.5 - Capabilities specific to Safari browser

These capabilities are specific to Safari.

2.3 - Manipulação do Browser

Get browser information

Coletar título

Você pode ler o título da página atual no navegador:

driver.getTitle();
driver.title
driver.Title;
driver.title
await driver.getTitle();
driver.title

Coletar a URL atual

Você pode ler a URL atual na barra de endereço do navegador usando:

driver.getCurrentUrl();
driver.current_url
driver.Url;
driver.current_url
await driver.getCurrentUrl();
driver.currentUrl

2.3.1 - Browser navigation

A primeira coisa que você vai querer fazer depois de iniciar um navegador é abrir o seu site. Isso pode ser feito em uma única linha, utilize o seguinte comando:

//Convenient
driver.get("https://selenium.dev");

//Longer way
driver.navigate().to("https://selenium.dev");
  
driver.get("https://selenium.dev")
  
driver.Navigate().GoToUrl(@"https://selenium.dev");
  
    # Convenient way
driver.get 'https://selenium.dev'

    # Longer Way
driver.navigate.to 'https://selenium.dev'
  
await driver.get('https://selenium.dev');
  
//Convenient
driver.get("https://selenium.dev")

//Longer way
driver.navigate().to("https://selenium.dev")
  

Voltar

Pressionando o botão Voltar do navegador:

driver.navigate().back();
driver.back()
driver.Navigate().Back();
driver.navigate.back
await driver.navigate().back();
driver.navigate().back() 

Avançar

Pressionando o botão Avançar do navegador:

driver.navigate().forward();
driver.forward()
driver.Navigate().Forward();
driver.navigate.forward
await driver.navigate().forward();
driver.navigate().forward()

Atualizar

Atualizando a página atual:

driver.navigate().refresh();
driver.refresh()
driver.Navigate().Refresh();
driver.navigate.refresh
await driver.navigate().refresh();
driver.navigate().refresh()

2.3.2 - Alertas, prompts e confirmações JavaScript

WebDriver fornece uma API para trabalhar com os três tipos nativos de mensagens pop-up oferecidas pelo JavaScript. Esses pop-ups são estilizados pelo navegador e oferecem personalização limitada.

Alertas

O mais simples deles é referido como um alerta, que mostra um mensagem personalizada e um único botão que dispensa o alerta, rotulado na maioria dos navegadores como OK. Ele também pode ser dispensado na maioria dos navegadores pressionando o botão Fechar, mas isso sempre fará a mesma coisa que o botão OK. Veja um exemplo de alerta .

O WebDriver pode obter o texto do pop-up e aceitar ou dispensar esses alertas.

//Click the link to activate the alert
driver.findElement(By.linkText("See an example alert")).click();

//Wait for the alert to be displayed and store it in a variable
Alert alert = wait.until(ExpectedConditions.alertIsPresent());

//Store the alert text in a variable
String text = alert.getText();

//Press the OK button
alert.accept();
  
# Click the link to activate the alert
driver.find_element(By.LINK_TEXT, "See an example alert").click()

# Wait for the alert to be displayed and store it in a variable
alert = wait.until(expected_conditions.alert_is_present())

# Store the alert text in a variable
text = alert.text

# Press the OK button
alert.accept()
  
//Click the link to activate the alert
driver.FindElement(By.LinkText("See an example alert")).Click();

//Wait for the alert to be displayed and store it in a variable
IAlert alert = wait.Until(ExpectedConditions.AlertIsPresent());

//Store the alert text in a variable
string text = alert.Text;

//Press the OK button
alert.Accept();
  
# Click the link to activate the alert
driver.find_element(:link_text, 'See an example alert').click

# Store the alert reference in a variable
alert = driver.switch_to.alert

# Store the alert text in a variable
alert_text = alert.text

# Press on OK button
alert.accept
  
//Click the link to activate the alert
await driver.findElement(By.linkText('See an example alert')).click();

// Wait for the alert to be displayed
await driver.wait(until.alertIsPresent());

// Store the alert in a variable
let alert = await driver.switchTo().alert();

//Store the alert text in a variable
let alertText = await alert.getText();

//Press the OK button
await alert.accept();

// Note: To use await, the above code should be inside an async function
  
//Click the link to activate the alert
driver.findElement(By.linkText("See an example alert")).click()

//Wait for the alert to be displayed and store it in a variable
val alert = wait.until(ExpectedConditions.alertIsPresent())

//Store the alert text in a variable
val text = alert.getText()

//Press the OK button
alert.accept()
  

Confirmação

Uma caixa de confirmação é semelhante a um alerta, exceto que o usuário também pode escolher cancelar a mensagem. Veja uma amostra de confirmação .

Este exemplo também mostra uma abordagem diferente para armazenar um alerta:

//Click the link to activate the alert
driver.findElement(By.linkText("See a sample confirm")).click();

//Wait for the alert to be displayed
wait.until(ExpectedConditions.alertIsPresent());

//Store the alert in a variable
Alert alert = driver.switchTo().alert();

//Store the alert in a variable for reuse
String text = alert.getText();

//Press the Cancel button
alert.dismiss();
  
# Click the link to activate the alert
driver.find_element(By.LINK_TEXT, "See a sample confirm").click()

# Wait for the alert to be displayed
wait.until(expected_conditions.alert_is_present())

# Store the alert in a variable for reuse
alert = driver.switch_to.alert

# Store the alert text in a variable
text = alert.text

# Press the Cancel button
alert.dismiss()
  
//Click the link to activate the alert
driver.FindElement(By.LinkText("See a sample confirm")).Click();

//Wait for the alert to be displayed
wait.Until(ExpectedConditions.AlertIsPresent());

//Store the alert in a variable
IAlert alert = driver.SwitchTo().Alert();

//Store the alert in a variable for reuse
string text = alert.Text;

//Press the Cancel button
alert.Dismiss();
  
# Click the link to activate the alert
driver.find_element(:link_text, 'See a sample confirm').click

# Store the alert reference in a variable
alert = driver.switch_to.alert

# Store the alert text in a variable
alert_text = alert.text

# Press on Cancel button
alert.dismiss
  
//Click the link to activate the alert
await driver.findElement(By.linkText('See a sample confirm')).click();

// Wait for the alert to be displayed
await driver.wait(until.alertIsPresent());

// Store the alert in a variable
let alert = await driver.switchTo().alert();

//Store the alert text in a variable
let alertText = await alert.getText();

//Press the Cancel button
await alert.dismiss();

// Note: To use await, the above code should be inside an async function
  
//Click the link to activate the alert
driver.findElement(By.linkText("See a sample confirm")).click()

//Wait for the alert to be displayed
wait.until(ExpectedConditions.alertIsPresent())

//Store the alert in a variable
val alert = driver.switchTo().alert()

//Store the alert in a variable for reuse
val text = alert.text

//Press the Cancel button
alert.dismiss()
  

Prompt

Os prompts são semelhantes às caixas de confirmação, exceto que também incluem um texto de entrada. Semelhante a trabalhar com elementos de formulário, você pode usar o sendKeys do WebDriver para preencher uma resposta. Isso substituirá completamente o espaço de texto de exemplo. Pressionar o botão Cancelar não enviará nenhum texto. Veja um exemplo de prompt .

//Click the link to activate the alert
driver.findElement(By.linkText("See a sample prompt")).click();

//Wait for the alert to be displayed and store it in a variable
Alert alert = wait.until(ExpectedConditions.alertIsPresent());

//Type your message
alert.sendKeys("Selenium");

//Press the OK button
alert.accept();
  
# Click the link to activate the alert
driver.find_element(By.LINK_TEXT, "See a sample prompt").click()

# Wait for the alert to be displayed
wait.until(expected_conditions.alert_is_present())

# Store the alert in a variable for reuse
alert = Alert(driver)

# Type your message
alert.send_keys("Selenium")

# Press the OK button
alert.accept()
  
//Click the link to activate the alert
driver.FindElement(By.LinkText("See a sample prompt")).Click();

//Wait for the alert to be displayed and store it in a variable
IAlert alert = wait.Until(ExpectedConditions.AlertIsPresent());

//Type your message
alert.SendKeys("Selenium");

//Press the OK button
alert.Accept();
  
# Click the link to activate the alert
driver.find_element(:link_text, 'See a sample prompt').click

# Store the alert reference in a variable
alert = driver.switch_to.alert

# Type a message
alert.send_keys("selenium")

# Press on Ok button
alert.accept
  
//Click the link to activate the alert
await driver.findElement(By.linkText('See a sample prompt')).click();

// Wait for the alert to be displayed
await driver.wait(until.alertIsPresent());

// Store the alert in a variable
let alert = await driver.switchTo().alert();

//Type your message
await alert.sendKeys("Selenium");

//Press the OK button
await alert.accept();

//Note: To use await, the above code should be inside an async function
  
//Click the link to activate the alert
driver.findElement(By.linkText("See a sample prompt")).click()

//Wait for the alert to be displayed and store it in a variable
val alert = wait.until(ExpectedConditions.alertIsPresent())

//Type your message
alert.sendKeys("Selenium")

//Press the OK button
alert.accept()
  

2.3.3 - Trabalhando com cookies

Um cookie é um pequeno pedaço de dado enviado de um site e armazenado no seu computador. Os cookies são usados principalmente para reconhecer o usuário e carregar as informações armazenadas.

A API WebDriver fornece uma maneira de interagir com cookies com métodos integrados:

É usado para adicionar um cookie ao contexto de navegação atual. Add Cookie aceita apenas um conjunto de objetos JSON serializáveis definidos. Aqui é o link para a lista de valores-chave JSON aceitos.

Em primeiro lugar, você precisa estar no domínio para qual o cookie será valido. Se você está tentando predefinir cookies antes de começar a interagir com um site e sua página inicial é grande / demora um pouco para carregar uma alternativa é encontrar uma página menor no site (normalmente a página 404 é pequena, por exemplo http://example.com/some404page)

import org.openqa.selenium.*;
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver;

public class addCookie {
    public static void main(String[] args) {
        WebDriver driver = new ChromeDriver();
        try {
            driver.get("http://www.example.com");

            // Adds the cookie into current browser context
            driver.manage().addCookie(new Cookie("key", "value"));
        } finally {
            driver.quit();
        }
    }
}
  
from selenium import webdriver

driver = webdriver.Chrome()

driver.get("http://www.example.com")

# Adds the cookie into current browser context
driver.add_cookie({"name": "key", "value": "value"})
  
using OpenQA.Selenium;
using OpenQA.Selenium.Chrome;

namespace AddCookie {
 class AddCookie {
  public static void Main(string[] args) {
   IWebDriver driver = new ChromeDriver();
   try {
    // Navigate to Url
    driver.Navigate().GoToUrl("https://example.com");

    // Adds the cookie into current browser context
    driver.Manage().Cookies.AddCookie(new Cookie("key", "value"));
   } finally {
    driver.Quit();
   }
  }
 }
}
  
require 'selenium-webdriver'
driver = Selenium::WebDriver.for :chrome

begin
  driver.get 'https://www.example.com'
  
  # Adds the cookie into current browser context
  driver.manage.add_cookie(name: "key", value: "value")
ensure
  driver.quit
end
  
const {Builder} = require('selenium-webdriver');
(async function example() {
  let driver = new Builder()
    .forBrowser('chrome')
    .build();

  await driver.get('https://www.example.com');
  // set a cookie on the current domain
  await driver.manage().addCookie({name:'key', value: 'value'});
  await driver.quit();
})();
import org.openqa.selenium.Cookie
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver

fun main() {
    val driver = ChromeDriver()
    try {
        driver.get("https://example.com")

        // Adds the cookie into current browser context
        driver.manage().addCookie(Cookie("key", "value"))
    } finally {
        driver.quit()
    }
}
  

Retorna os dados do cookie serializado correspondentes ao nome do cookie entre todos os cookies associados.

import org.openqa.selenium.*;
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver;

public class getCookieNamed {
    public static void main(String[] args) {
        WebDriver driver = new ChromeDriver();
        try {
            driver.get("http://www.example.com");
            driver.manage().addCookie(new Cookie("foo", "bar"));

            // Get cookie details with named cookie 'foo'
            Cookie cookie1 = driver.manage().getCookieNamed("foo");
            System.out.println(cookie1);
        } finally {
            driver.quit();
        }
    }
}
  
from selenium import webdriver

driver = webdriver.Chrome()

# Navigate to url
driver.get("http://www.example.com")

# Adds the cookie into current browser context
driver.add_cookie({"name": "foo", "value": "bar"})

# Get cookie details with named cookie 'foo'
print(driver.get_cookie("foo"))
  
using OpenQA.Selenium;
using OpenQA.Selenium.Chrome;

namespace GetCookieNamed {
 class GetCookieNamed {
  public static void Main(string[] args) {
   IWebDriver driver = new ChromeDriver();
   try {
    // Navigate to Url
    driver.Navigate().GoToUrl("https://example.com");
    driver.Manage().Cookies.AddCookie(new Cookie("foo", "bar"));

    // Get cookie details with named cookie 'foo'
    var cookie = driver.Manage().Cookies.GetCookieNamed("foo");
    System.Console.WriteLine(cookie);
   } finally {
    driver.Quit();
   }
  }
 }
}
  
require 'selenium-webdriver'
driver = Selenium::WebDriver.for :chrome

begin
  driver.get 'https://www.example.com'
  driver.manage.add_cookie(name: "foo", value: "bar")

  # Get cookie details with named cookie 'foo'
  puts driver.manage.cookie_named('foo')
ensure
  driver.quit
end
  
const {Builder} = require('selenium-webdriver');

(async function getCookieByName() {
  let driver = new Builder()
    .forBrowser('chrome')
    .build();

  await driver.get('https://www.example.com');
  // set a cookie on the current domain
  await driver.manage().addCookie({name:'foo', value: 'bar'});
  // Get cookie details with named cookie 'foo'
  await driver.manage().getCookie('foo').then(function (cookie) {
    console.log('cookie details => ', cookie);
  });
  await driver.quit();
})();
import org.openqa.selenium.Cookie
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver

fun main() {
    val driver = ChromeDriver()
    try {
        driver.get("https://example.com")
        driver.manage().addCookie(Cookie("foo", "bar"))

        // Get cookie details with named cookie 'foo'
        val cookie = driver.manage().getCookieNamed("foo")
        println(cookie)
    } finally {
        driver.quit()
    }
}  
  

Get All Cookies

Retorna ‘dados de cookie serializados com sucesso’ para o contexto de navegação atual. Se o navegador não estiver mais disponível, ele retornará um erro.

import org.openqa.selenium.*;
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver;
import java.util.Set;

public class getAllCookies {
    public static void main(String[] args) {
        WebDriver driver = new ChromeDriver();
        try {
            driver.get("http://www.example.com");
            // Add few cookies
            driver.manage().addCookie(new Cookie("test1", "cookie1"));
            driver.manage().addCookie(new Cookie("test2", "cookie2"));

            // Get All available cookies
            Set<Cookie> cookies = driver.manage().getCookies();
            System.out.println(cookies);
        } finally {
            driver.quit();
        }
    }
}
  
from selenium import webdriver

driver = webdriver.Chrome()

# Navigate to url
driver.get("http://www.example.com")

driver.add_cookie({"name": "test1", "value": "cookie1"})
driver.add_cookie({"name": "test2", "value": "cookie2"})

# Get all available cookies
print(driver.get_cookies())
  
using OpenQA.Selenium;
using OpenQA.Selenium.Chrome;

namespace GetAllCookies {
 class GetAllCookies {
  public static void Main(string[] args) {
   IWebDriver driver = new ChromeDriver();
   try {
    // Navigate to Url
    driver.Navigate().GoToUrl("https://example.com");
    driver.Manage().Cookies.AddCookie(new Cookie("test1", "cookie1"));
    driver.Manage().Cookies.AddCookie(new Cookie("test2", "cookie2"));

    // Get All available cookies
    var cookies = driver.Manage().Cookies.AllCookies;
   } finally {
    driver.Quit();
   }
  }
 }
}
  
require 'selenium-webdriver'
driver = Selenium::WebDriver.for :chrome

begin
  driver.get 'https://www.example.com'
  driver.manage.add_cookie(name: "test1", value: "cookie1")
  driver.manage.add_cookie(name: "test2", value: "cookie2")

  # Get all available cookies
  puts driver.manage.all_cookies
ensure
  driver.quit
end
  
const {Builder} = require('selenium-webdriver');

(async function getAllCookies() {
  let driver = new Builder()
    .forBrowser('chrome')
    .build();

  await driver.get('https://www.example.com');
  // Add few cookies
  await driver.manage().addCookie({name:'test1', value:'cookie1'});
  await driver.manage().addCookie({name:'test2', value:'cookie2'});
  // Get all Available cookies
  await driver.manage().getCookies().then(function (cookies) {
    console.log('cookie details => ', cookies);
  });
  await driver.quit()
})();
import org.openqa.selenium.Cookie
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver

fun main() {
    val driver = ChromeDriver()
    try {
        driver.get("https://example.com")
        driver.manage().addCookie(Cookie("test1", "cookie1"))
        driver.manage().addCookie(Cookie("test2", "cookie2"))

        // Get All available cookies
        val cookies = driver.manage().cookies
        println(cookies)
    } finally {
        driver.quit()
    }
}  
  

Exclui os dados do cookie que correspondem ao nome do cookie fornecido.

import org.openqa.selenium.*;
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver;

public class deleteCookie {
    public static void main(String[] args) {
        WebDriver driver = new ChromeDriver();
        try {
            driver.get("http://www.example.com");
            driver.manage().addCookie(new Cookie("test1", "cookie1"));
            Cookie cookie1 = new Cookie("test2", "cookie2");
            driver.manage().addCookie(cookie1);

            // delete a cookie with name 'test1'
            driver.manage().deleteCookieNamed("test1");

            /*
             Selenium Java bindings also provides a way to delete
             cookie by passing cookie object of current browsing context
             */
            driver.manage().deleteCookie(cookie1);
        } finally {
            driver.quit();
        }
    }
}
  
from selenium import webdriver
driver = webdriver.Chrome()

# Navigate to url
driver.get("http://www.example.com")
driver.add_cookie({"name": "test1", "value": "cookie1"})
driver.add_cookie({"name": "test2", "value": "cookie2"})

# Delete a cookie with name 'test1'
driver.delete_cookie("test1")
  
using OpenQA.Selenium;
using OpenQA.Selenium.Chrome;

namespace DeleteCookie {
 class DeleteCookie {
  public static void Main(string[] args) {
   IWebDriver driver = new ChromeDriver();
   try {
    // Navigate to Url
    driver.Navigate().GoToUrl("https://example.com");
    driver.Manage().Cookies.AddCookie(new Cookie("test1", "cookie1"));
    var cookie = new Cookie("test2", "cookie2");
    driver.Manage().Cookies.AddCookie(cookie);

    // delete a cookie with name 'test1'	
    driver.Manage().Cookies.DeleteCookieNamed("test1");

    // Selenium .net bindings also provides a way to delete
    // cookie by passing cookie object of current browsing context
    driver.Manage().Cookies.DeleteCookie(cookie);
   } finally {
    driver.Quit();
   }
  }
 }
}
  
require 'selenium-webdriver'
driver = Selenium::WebDriver.for :chrome

begin
  driver.get 'https://www.example.com'
  driver.manage.add_cookie(name: "test1", value: "cookie1")
  driver.manage.add_cookie(name: "test2", value: "cookie2")

  # delete a cookie with name 'test1'
  driver.manage.delete_cookie('test1')
ensure
  driver.quit
end
  
const {Builder} = require('selenium-webdriver');

(async function deleteCookie() {
  let driver = new Builder()
    .forBrowser('chrome')
    .build();
  try {
    await driver.get('https://www.example.com');
    // Add few cookies
    await driver.manage().addCookie({name: 'test1', value: 'cookie1'});
    await driver.manage().addCookie({name: 'test2', value: 'cookie2'});

    // Delete a cookie with name 'test1'
    await driver.manage().deleteCookie('test1');

    // Get all Available cookies
    await driver.manage().getCookies().then(function (cookies) {
      console.log('cookie details => ', cookies);
    });
    await driver.quit();
  } catch (e){
    console.log(e)
  }
})();

import org.openqa.selenium.Cookie
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver

fun main() {
    val driver = ChromeDriver()
    try {
        driver.get("https://example.com")
        driver.manage().addCookie(Cookie("test1", "cookie1"))
        val cookie1 = Cookie("test2", "cookie2")
        driver.manage().addCookie(cookie1)

        // delete a cookie with name 'test1'
        driver.manage().deleteCookieNamed("test1")
        
        // delete cookie by passing cookie object of current browsing context.
        driver.manage().deleteCookie(cookie1)
    } finally {
        driver.quit()
    }
}  
  

Delete All Cookies

Exclui todos os cookies do contexto de navegação atual.

import org.openqa.selenium.*;
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver;

public class deleteAllCookies {
    public static void main(String[] args) {
        WebDriver driver = new ChromeDriver();
        try {
            driver.get("http://www.example.com");
            driver.manage().addCookie(new Cookie("test1", "cookie1"));
            driver.manage().addCookie(new Cookie("test2", "cookie2"));

            // deletes all cookies
            driver.manage().deleteAllCookies();
        } finally {
            driver.quit();
        }
    }
}
  
from selenium import webdriver
driver = webdriver.Chrome()

# Navigate to url
driver.get("http://www.example.com")
driver.add_cookie({"name": "test1", "value": "cookie1"})
driver.add_cookie({"name": "test2", "value": "cookie2"})

#  Deletes all cookies
driver.delete_all_cookies()
  
using OpenQA.Selenium;
using OpenQA.Selenium.Chrome;

namespace DeleteAllCookies {
 class DeleteAllCookies {
  public static void Main(string[] args) {
   IWebDriver driver = new ChromeDriver();
   try {
    // Navigate to Url
    driver.Navigate().GoToUrl("https://example.com");
    driver.Manage().Cookies.AddCookie(new Cookie("test1", "cookie1"));
    driver.Manage().Cookies.AddCookie(new Cookie("test2", "cookie2"));

    // deletes all cookies
    driver.Manage().Cookies.DeleteAllCookies();
   } finally {
    driver.Quit();
   }
  }
 }
}
  
require 'selenium-webdriver'
driver = Selenium::WebDriver.for :chrome

begin
  driver.get 'https://www.example.com'
  driver.manage.add_cookie(name: "test1", value: "cookie1")
  driver.manage.add_cookie(name: "test2", value: "cookie2")

  # deletes all cookies
  driver.manage.delete_all_cookies
ensure
  driver.quit
end
  
const {Builder} = require('selenium-webdriver');

(async function example() {
  let driver = new Builder()
    .forBrowser('chrome')
    .build();

  try {
    await driver.get('https://www.example.com');
    // Add few cookies
    await driver.manage().addCookie({name: 'test1', value: 'cookie1'});
    await driver.manage().addCookie({name: 'test2', value: 'cookie2'});
    // Delete all cookies
    await driver.manage().deleteAllCookies();
    await driver.quit();
  } catch(e) {
    console.log(e)
  }
})();
import org.openqa.selenium.Cookie
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver

fun main() {
    val driver = ChromeDriver()
    try {
        driver.get("https://example.com")
        driver.manage().addCookie(Cookie("test1", "cookie1"))
        driver.manage().addCookie(Cookie("test2", "cookie2"))

        // deletes all cookies
        driver.manage().deleteAllCookies()
    } finally {
        driver.quit()
    }
}  
  

Permite que um usuário instrua os navegadores a controlar se os cookies são enviados junto com a solicitação iniciada por sites de terceiros. É usado para evitar ataques CSRF (Cross-Site Request Forgery).

O atributo de cookie Same-Site aceita dois parâmetros como instruções

Strict:

Quando o atributo sameSite é definido como Strict, o cookie não será enviado junto com solicitações iniciadas por sites de terceiros.

Lax:

Quando você define um atributo cookie sameSite como Lax, o cookie será enviado junto com uma solicitação GET iniciada por um site de terceiros.

Nota: a partir de agora, esse recurso está disponível no Chrome (versão 80+), Firefox (versão 79+) e funciona com Selenium 4 e versões posteriores.

import org.openqa.selenium.*;
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver;

public class cookieTest {
  public static void main(String[] args) {
    WebDriver driver = new ChromeDriver();
    try {
      driver.get("http://www.example.com");
      Cookie cookie = new Cookie.Builder("key", "value").sameSite("Strict").build();
      Cookie cookie1 = new Cookie.Builder("key", "value").sameSite("Lax").build();
      driver.manage().addCookie(cookie);
      driver.manage().addCookie(cookie1);
      System.out.println(cookie.getSameSite());
      System.out.println(cookie1.getSameSite());
    } finally {
      driver.quit();
    }
  }
}
  
from selenium import webdriver

driver = webdriver.Chrome()

driver.get("http://www.example.com")
# Adds the cookie into current browser context with sameSite 'Strict' (or) 'Lax'
driver.add_cookie({"name": "foo", "value": "value", 'sameSite': 'Strict'})
driver.add_cookie({"name": "foo1", "value": "value", 'sameSite': 'Lax'})
cookie1 = driver.get_cookie('foo')
cookie2 = driver.get_cookie('foo1')
print(cookie1)
print(cookie2)
  
using OpenQA.Selenium;
using OpenQA.Selenium.Chrome;

namespace SameSiteCookie {
  class SameSiteCookie {
    static void Main(string[] args) {
      IWebDriver driver = new ChromeDriver();
      try {
        driver.Navigate().GoToUrl("http://www.example.com");

        var cookie1Dictionary = new System.Collections.Generic.Dictionary<string, object>() {
          { "name", "test1" }, { "value", "cookie1" }, { "sameSite", "Strict" } };
        var cookie1 = Cookie.FromDictionary(cookie1Dictionary);

        var cookie2Dictionary = new System.Collections.Generic.Dictionary<string, object>() {
          { "name", "test2" }, { "value", "cookie2" }, { "sameSite", "Lax" } };
        var cookie2 = Cookie.FromDictionary(cookie2Dictionary);

        driver.Manage().Cookies.AddCookie(cookie1);
        driver.Manage().Cookies.AddCookie(cookie2);

        System.Console.WriteLine(cookie1.SameSite);
        System.Console.WriteLine(cookie2.SameSite);
      } finally {
        driver.Quit();
      }
    }
  }
}
  
require 'selenium-webdriver'
driver = Selenium::WebDriver.for :chrome

begin
  driver.get 'https://www.example.com'
  # Adds the cookie into current browser context with sameSite 'Strict' (or) 'Lax'
  driver.manage.add_cookie(name: "foo", value: "bar", same_site: "Strict")
  driver.manage.add_cookie(name: "foo1", value: "bar", same_site: "Lax")
  puts driver.manage.cookie_named('foo')
  puts driver.manage.cookie_named('foo1')
ensure
  driver.quit
end
  
const {Builder} = require('selenium-webdriver');

(async function sameSiteCookieExample() {
  let driver = new Builder()
    .forBrowser('chrome')
    .build();

  try {
    await driver.get('https://www.example.com');
    // set a cookie on the current domain with sameSite 'Strict' (or) 'Lax'
    await driver.manage().addCookie({name: 'key', value: 'value', sameSite: 'Strict'});
    await driver.manage().addCookie({name: 'key', value: 'value', sameSite: 'Lax'});
    await driver.quit();
  } catch (e) {
    console.log(e);
  }
})();
import org.openqa.selenium.Cookie
import org.openqa.selenium.chrome.ChromeDriver

fun main() {
    val driver = ChromeDriver()
    try {
        driver.get("http://www.example.com")
        val cookie = Cookie.Builder("key", "value").sameSite("Strict").build()
        val cookie1 = Cookie.Builder("key", "value").sameSite("Lax").build()
        driver.manage().addCookie(cookie)
        driver.manage().addCookie(cookie1)
        println(cookie.getSameSite())
        println(cookie1.getSameSite())
    } finally {
        driver.quit()
    }
}
  

2.3.4 - Working with iFrames and frames

Frames são um meio obsoleto de construir um layout de site a partir de vários documentos no mesmo domínio. É improvável que você trabalhe com eles a menos que você esteja trabalhando com um webapp pré-HTML5. Iframes permitem a inserção de um documento de um domínio totalmente diferente, e são ainda comumente usado.

Se você precisa trabalhar com frames ou iframes, o WebDriver permite que você trabalhe com eles da mesma maneira. Considere um botão dentro de um iframe. Se inspecionarmos o elemento usando as ferramentas de desenvolvimento do navegador, podemos ver o seguinte:

<div id="modal">
  <iframe id="buttonframe" name="myframe"  src="https://seleniumhq.github.io">
   <button>Click here</button>
 </iframe>
</div>

Se não fosse pelo iframe, esperaríamos clicar no botão usando algo como:

//This won't work
driver.findElement(By.tagName("button")).click();
  
    # This Wont work
driver.find_element(By.TAG_NAME, 'button').click()
  
//This won't work
driver.FindElement(By.TagName("button")).Click();
  
    # This won't work
driver.find_element(:tag_name,'button').click
  
// This won't work
await driver.findElement(By.css('button')).click();
  
//This won't work
driver.findElement(By.tagName("button")).click()
  

No entanto, se não houver botões fora do iframe, você pode em vez disso, obter um erro no such element. Isso acontece porque o Selenium é ciente apenas dos elementos no documento de nível superior. Para interagir com o botão, precisamos primeiro mudar para o quadro, de forma semelhante a como alternamos janelas. WebDriver oferece três maneiras de mudar para um frame.

Usando um WebElement

Alternar usando um WebElement é a opção mais flexível. Você pode encontrar o quadro usando seu seletor preferido e mudar para ele.

//Store the web element
WebElement iframe = driver.findElement(By.cssSelector("#modal>iframe"));

//Switch to the frame
driver.switchTo().frame(iframe);

//Now we can click the button
driver.findElement(By.tagName("button")).click();
  
    # Store iframe web element
iframe = driver.find_element(By.CSS_SELECTOR, "#modal > iframe")

    # switch to selected iframe
driver.switch_to.frame(iframe)

    # Now click on button
driver.find_element(By.TAG_NAME, 'button').click()
  
//Store the web element
IWebElement iframe = driver.FindElement(By.CssSelector("#modal>iframe"));

//Switch to the frame
driver.SwitchTo().Frame(iframe);

//Now we can click the button
driver.FindElement(By.TagName("button")).Click();
  
    # Store iframe web element
iframe = driver.find_element(:css,'#modal > iframe')

    # Switch to the frame
driver.switch_to.frame iframe

    # Now, Click on the button
driver.find_element(:tag_name,'button').click
  
// Store the web element
const iframe = driver.findElement(By.css('#modal > iframe'));

// Switch to the frame
await driver.switchTo().frame(iframe);

// Now we can click the button
await driver.findElement(By.css('button')).click();
  
//Store the web element
val iframe = driver.findElement(By.cssSelector("#modal>iframe"))

//Switch to the frame
driver.switchTo().frame(iframe)

//Now we can click the button
driver.findElement(By.tagName("button")).click()
  

Usando um name ou ID

Se o seu frame ou iframe tiver um atributo id ou name, ele pode ser usado alternativamente. Se o name ou ID não for exclusivo na página, o primeiro encontrado será utilizado.

//Using the ID
driver.switchTo().frame("buttonframe");

//Or using the name instead
driver.switchTo().frame("myframe");

//Now we can click the button
driver.findElement(By.tagName("button")).click();
  
    # Switch frame by id
driver.switch_to.frame('buttonframe')

    # Now, Click on the button
driver.find_element(By.TAG_NAME, 'button').click()
  
//Using the ID
driver.SwitchTo().Frame("buttonframe");

//Or using the name instead
driver.SwitchTo().Frame("myframe");

//Now we can click the button
driver.FindElement(By.TagName("button")).Click();
  
    # Switch by ID
driver.switch_to.frame 'buttonframe'

    # Now, Click on the button
driver.find_element(:tag_name,'button').click
  
// Using the ID
await driver.switchTo().frame('buttonframe');

// Or using the name instead
await driver.switchTo().frame('myframe');

// Now we can click the button
await driver.findElement(By.css('button')).click();
  
//Using the ID
driver.switchTo().frame("buttonframe")

//Or using the name instead
driver.switchTo().frame("myframe")

//Now we can click the button
driver.findElement(By.tagName("button")).click()
  

Usando um índice

Também é possível usar o índice do frame, podendo ser consultado usando window.frames em JavaScript.

// Switches to the second frame
driver.switchTo().frame(1);
  
    # Switch to the second frame
driver.switch_to.frame(1)
  
// Switches to the second frame
driver.SwitchTo().Frame(1);
  
    # switching to second iframe based on index
iframe = driver.find_elements_by_tag_name('iframe')[1]

    # switch to selected iframe
driver.switch_to.frame(iframe)
  
// Switches to the second frame
await driver.switchTo().frame(1);
  
// Switches to the second frame
driver.switchTo().frame(1)
  

Deixando um frame

Para deixar um iframe ou frameset, volte para o conteúdo padrão como a seguir:

// Return to the top level
driver.switchTo().defaultContent();
  
    # switch back to default content
driver.switch_to.default_content()
  
// Return to the top level
driver.SwitchTo().DefaultContent();
  
    # Return to the top level
driver.switch_to.default_content
  
// Return to the top level
await driver.switchTo().defaultContent();
  
// Return to the top level
driver.switchTo().defaultContent()
  

2.3.5 - Working with windows and tabs

Janelas e guias

Pegue o idenficador da janela

O WebDriver não faz distinção entre janelas e guias. E se seu site abre uma nova guia ou janela, o Selenium permitirá que você trabalhe usando um identificador. Cada janela tem um identificador único que permanece persistente em uma única sessão. Você pode pegar o identificador atual usando:

driver.getWindowHandle();
driver.current_window_handle
driver.CurrentWindowHandle;
driver.window_handle
await driver.getWindowHandle();
driver.windowHandle

Alternando janelas ou guias

Clicar em um link que abre em uma nova janela focará a nova janela ou guia na tela, mas o WebDriver não saberá qual janela que o sistema operacional considera ativa. Para trabalhar com a nova janela você precisará mudar para ela. Se você tiver apenas duas guias ou janelas abertas, e você sabe com qual janela você iniciou, pelo processo de eliminação você pode percorrer as janelas ou guias que o WebDriver pode ver e alternar para aquela que não é o original.

No entanto, o Selenium 4 fornece uma nova API NewWindow que cria uma nova guia (ou) nova janela e muda automaticamente para ela.

//Store the ID of the original window
String originalWindow = driver.getWindowHandle();

//Check we don't have other windows open already
assert driver.getWindowHandles().size() == 1;

//Click the link which opens in a new window
driver.findElement(By.linkText("new window")).click();

//Wait for the new window or tab
wait.until(numberOfWindowsToBe(2));

//Loop through until we find a new window handle
for (String windowHandle : driver.getWindowHandles()) {
    if(!originalWindow.contentEquals(windowHandle)) {
        driver.switchTo().window(windowHandle);
        break;
    }
}

//Wait for the new tab to finish loading content
wait.until(titleIs("Selenium documentation"));
  
from selenium import webdriver
from selenium.webdriver.support.ui import WebDriverWait
from selenium.webdriver.support import expected_conditions as EC

    # Start the driver
with webdriver.Firefox() as driver:
    # Open URL
    driver.get("https://seleniumhq.github.io")

    # Setup wait for later
    wait = WebDriverWait(driver, 10)

    # Store the ID of the original window
    original_window = driver.current_window_handle

    # Check we don't have other windows open already
    assert len(driver.window_handles) == 1

    # Click the link which opens in a new window
    driver.find_element(By.LINK_TEXT, "new window").click()

    # Wait for the new window or tab
    wait.until(EC.number_of_windows_to_be(2))

    # Loop through until we find a new window handle
    for window_handle in driver.window_handles:
        if window_handle != original_window:
            driver.switch_to.window(window_handle)
            break

    # Wait for the new tab to finish loading content
    wait.until(EC.title_is("SeleniumHQ Browser Automation"))
  
//Store the ID of the original window
string originalWindow = driver.CurrentWindowHandle;

//Check we don't have other windows open already
Assert.AreEqual(driver.WindowHandles.Count, 1);

//Click the link which opens in a new window
driver.FindElement(By.LinkText("new window")).Click();

//Wait for the new window or tab
wait.Until(wd => wd.WindowHandles.Count == 2);

//Loop through until we find a new window handle
foreach(string window in driver.WindowHandles)
{
    if(originalWindow != window)
    {
        driver.SwitchTo().Window(window);
        break;
    }
}
//Wait for the new tab to finish loading content
wait.Until(wd => wd.Title == "Selenium documentation");
  
    #Store the ID of the original window
original_window = driver.window_handle

    #Check we don't have other windows open already
assert(driver.window_handles.length == 1, 'Expected one window')

    #Click the link which opens in a new window
driver.find_element(link: 'new window').click

    #Wait for the new window or tab
wait.until { driver.window_handles.length == 2 }

    #Loop through until we find a new window handle
driver.window_handles.each do |handle|
    if handle != original_window
        driver.switch_to.window handle
        break
    end
end

    #Wait for the new tab to finish loading content
wait.until { driver.title == 'Selenium documentation'}
  
//Store the ID of the original window
const originalWindow = await driver.getWindowHandle();

//Check we don't have other windows open already
assert((await driver.getAllWindowHandles()).length === 1);

//Click the link which opens in a new window
await driver.findElement(By.linkText('new window')).click();

//Wait for the new window or tab
await driver.wait(
    async () => (await driver.getAllWindowHandles()).length === 2,
    10000
  );

//Loop through until we find a new window handle
const windows = await driver.getAllWindowHandles();
windows.forEach(async handle => {
  if (handle !== originalWindow) {
    await driver.switchTo().window(handle);
  }
});

//Wait for the new tab to finish loading content
await driver.wait(until.titleIs('Selenium documentation'), 10000);
  
//Store the ID of the original window
val originalWindow = driver.getWindowHandle()

//Check we don't have other windows open already
assert(driver.getWindowHandles().size() === 1)

//Click the link which opens in a new window
driver.findElement(By.linkText("new window")).click()

//Wait for the new window or tab
wait.until(numberOfWindowsToBe(2))

//Loop through until we find a new window handle
for (windowHandle in driver.getWindowHandles()) {
    if (!originalWindow.contentEquals(windowHandle)) {
        driver.switchTo().window(windowHandle)
        break
    }
}

//Wait for the new tab to finish loading content
wait.until(titleIs("Selenium documentation"))

  

Criar nova janela (ou) nova guia e alternar

Cria uma nova janela (ou) guia e focará a nova janela ou guia na tela. Você não precisa mudar para trabalhar com a nova janela (ou) guia. Se você tiver mais de duas janelas (ou) guias abertas diferentes da nova janela, você pode percorrer as janelas ou guias que o WebDriver pode ver e mudar para aquela que não é a original.

Nota: este recurso funciona com Selenium 4 e versões posteriores.

// Opens a new tab and switches to new tab
driver.switchTo().newWindow(WindowType.TAB);

// Opens a new window and switches to new window
driver.switchTo().newWindow(WindowType.WINDOW);
  
    # Opens a new tab and switches to new tab
driver.switch_to.new_window('tab')

    # Opens a new window and switches to new window
driver.switch_to.new_window('window')
  
// Opens a new tab and switches to new tab
driver.SwitchTo().NewWindow(WindowType.Tab)

// Opens a new window and switches to new window
driver.SwitchTo().NewWindow(WindowType.Window)
  
    # Note: The new_window in ruby only opens a new tab (or) Window and will not switch automatically
    # The user has to switch to new tab (or) new window

    # Opens a new tab and switches to new tab
driver.manage.new_window(:tab)

    # Opens a new window and switches to new window
driver.manage.new_window(:window)
  
// Opens a new tab and switches to new tab
await driver.switchTo().newWindow('tab');

// Opens a new window and switches to new window
await driver.switchTo().newWindow('window');

  
// Opens a new tab and switches to new tab
driver.switchTo().newWindow(WindowType.TAB)

// Opens a new window and switches to new window
driver.switchTo().newWindow(WindowType.WINDOW)
  

Fechando uma janela ou guia

Quando você fechar uma janela ou guia e que não é a última janela ou guia aberta em seu navegador, você deve fechá-la e alternar de volta para a janela que você estava usando anteriormente. Supondo que você seguiu a amostra de código na seção anterior, você terá o identificador da janela anterior armazenado em uma variável. Junte isso e você obterá:

//Close the tab or window
driver.close();

//Switch back to the old tab or window
driver.switchTo().window(originalWindow);
  
    #Close the tab or window
driver.close()

    #Switch back to the old tab or window
driver.switch_to.window(original_window)
  
//Close the tab or window
driver.Close();

//Switch back to the old tab or window
driver.SwitchTo().Window(originalWindow);
  
    #Close the tab or window
driver.close

    #Switch back to the old tab or window
driver.switch_to.window original_window
  
//Close the tab or window
await driver.close();

//Switch back to the old tab or window
await driver.switchTo().window(originalWindow);
  
//Close the tab or window
driver.close()

//Switch back to the old tab or window
driver.switchTo().window(originalWindow)

  

Esquecer de voltar para outro gerenciador de janela após fechar uma janela deixará o WebDriver em execução na página agora fechada e acionara uma No Such Window Exception. Você deve trocar de volta para um identificador de janela válido para continuar a execução.

Sair do navegador no final de uma sessão

Quando você terminar a sessão do navegador, você deve chamar a função quit(), em vez de fechar:

driver.quit();
driver.quit()
driver.Quit();
driver.quit
await driver.quit();
driver.quit()
  • quit() irá:
    • Fechar todas as janelas e guias associadas a essa sessão do WebDriver
    • Fechar o processo do navegador
    • Fechar o processo do driver em segundo plano
    • Notificar o Selenium Grid de que o navegador não está mais em uso para que possa ser usado por outra sessão (se você estiver usando Selenium Grid)

A falha em encerrar deixará processos e portas extras em segundo plano rodando em sua máquina, o que pode causar problemas mais tarde.

Algumas estruturas de teste oferecem métodos e anotações em que você pode ligar para derrubar no final de um teste.

/**
 * Example using JUnit
 * https://junit.org/junit5/docs/current/api/org/junit/jupiter/api/AfterAll.html
 */
@AfterAll
public static void tearDown() {
    driver.quit();
}
  
    # unittest teardown
    # https://docs.python.org/3/library/unittest.html?highlight=teardown#unittest.TestCase.tearDown
def tearDown(self):
    self.driver.quit()
  
/*
    Example using Visual Studio's UnitTesting
    https://msdn.microsoft.com/en-us/library/microsoft.visualstudio.testtools.unittesting.aspx
*/
[TestCleanup]
public void TearDown()
{
    driver.Quit();
}
  
    # UnitTest Teardown
    # https://www.rubydoc.info/github/test-unit/test-unit/Test/Unit/TestCase
def teardown
    @driver.quit
end
  
/**
 * Example using Mocha
 * https://mochajs.org/#hooks
 */
after('Tear down', async function () {
  await driver.quit();
});
  
/**
 * Example using JUnit
 * https://junit.org/junit5/docs/current/api/org/junit/jupiter/api/AfterAll.html
 */
@AfterAll
fun tearDown() {
    driver.quit()
}
  

Se não estiver executando o WebDriver em um contexto de teste, você pode considerar o uso do try/finally que é oferecido pela maioria das linguagens para que uma exceção ainda limpe a sessão do WebDriver.

try {
    //WebDriver code here...
} finally {
    driver.quit();
}
  
try:
    #WebDriver code here...
finally:
    driver.quit()
  
try {
    //WebDriver code here...
} finally {
    driver.Quit();
}
  
begin
    #WebDriver code here...
ensure
    driver.quit
end
  
try {
    //WebDriver code here...
} finally {
    await driver.quit();
}
  
try {
    //WebDriver code here...
} finally {
    driver.quit()
}
  

O WebDriver do Python agora suporta o gerenciador de contexto python, que ao usar a palavra-chave with pode encerrar automaticamente o driver no fim da execução.

with webdriver.Firefox() as driver:
  # WebDriver code here...

# WebDriver will automatically quit after indentation

Gerenciamento de janelas

A resolução da tela pode impactar como seu aplicativo da web é renderizado, então WebDriver fornece mecanismos para mover e redimensionar a janela do navegador.

Coletar o tamanho da janela

Obtém o tamanho da janela do navegador em pixels.

//Access each dimension individually
int width = driver.manage().window().getSize().getWidth();
int height = driver.manage().window().getSize().getHeight();

//Or store the dimensions and query them later
Dimension size = driver.manage().window().getSize();
int width1 = size.getWidth();
int height1 = size.getHeight();
  
    # Access each dimension individually
width = driver.get_window_size().get("width")
height = driver.get_window_size().get("height")

    # Or store the dimensions and query them later
size = driver.get_window_size()
width1 = size.get("width")
height1 = size.get("height")
  
//Access each dimension individually
int width = driver.Manage().Window.Size.Width;
int height = driver.Manage().Window.Size.Height;

//Or store the dimensions and query them later
System.Drawing.Size size = driver.Manage().Window.Size;
int width1 = size.Width;
int height1 = size.Height;
  
    # Access each dimension individually
width = driver.manage.window.size.width
height = driver.manage.window.size.height

    # Or store the dimensions and query them later
size = driver.manage.window.size
width1 = size.width
height1 = size.height
  
// Access each dimension individually
const { width, height } = await driver.manage().window().getRect();

// Or store the dimensions and query them later
const rect = await driver.manage().window().getRect();
const width1 = rect.width;
const height1 = rect.height;
  
//Access each dimension individually
val width = driver.manage().window().size.width
val height = driver.manage().window().size.height

//Or store the dimensions and query them later
val size = driver.manage().window().size
val width1 = size.width
val height1 = size.height
  

Definir o tamanho da janela

Restaura a janela e define o tamanho da janela.

driver.manage().window().setSize(new Dimension(1024, 768));
driver.set_window_size(1024, 768)
driver.Manage().Window.Size = new Size(1024, 768);
driver.manage.window.resize_to(1024,768)
await driver.manage().window().setRect({ width: 1024, height: 768 });
driver.manage().window().size = Dimension(1024, 768)

Coletar posição da janela

Busca as coordenadas da coordenada superior esquerda da janela do navegador.

// Access each dimension individually
int x = driver.manage().window().getPosition().getX();
int y = driver.manage().window().getPosition().getY();

// Or store the dimensions and query them later
Point position = driver.manage().window().getPosition();
int x1 = position.getX();
int y1 = position.getY();
  
    # Access each dimension individually
x = driver.get_window_position().get('x')
y = driver.get_window_position().get('y')

    # Or store the dimensions and query them later
position = driver.get_window_position()
x1 = position.get('x')
y1 = position.get('y')
  
//Access each dimension individually
int x = driver.Manage().Window.Position.X;
int y = driver.Manage().Window.Position.Y;

//Or store the dimensions and query them later
Point position = driver.Manage().Window.Position;
int x1 = position.X;
int y1 = position.Y;
  
    #Access each dimension individually
x = driver.manage.window.position.x
y = driver.manage.window.position.y

    # Or store the dimensions and query them later
rect  = driver.manage.window.rect
x1 = rect.x
y1 = rect.y
  
// Access each dimension individually
const { x, y } = await driver.manage().window().getRect();

// Or store the dimensions and query them later
const rect = await driver.manage().window().getRect();
const x1 = rect.x;
const y1 = rect.y;
  
// Access each dimension individually
val x = driver.manage().window().position.x
val y = driver.manage().window().position.y

// Or store the dimensions and query them later
val position = driver.manage().window().position
val x1 = position.x
val y1 = position.y

  

Definir posição da janela

Move a janela para a posição escolhida.

// Move the window to the top left of the primary monitor
driver.manage().window().setPosition(new Point(0, 0));
  
    # Move the window to the top left of the primary monitor
driver.set_window_position(0, 0)
  
// Move the window to the top left of the primary monitor
driver.Manage().Window.Position = new Point(0, 0);
  
driver.manage.window.move_to(0,0)
  
// Move the window to the top left of the primary monitor
await driver.manage().window().setRect({ x: 0, y: 0 });
  
// Move the window to the top left of the primary monitor
driver.manage().window().position = Point(0,0)
    

Maximizar janela

Aumenta a janela. Para a maioria dos sistemas operacionais, a janela irá preencher a tela, sem bloquear os próprios menus do sistema operacional e barras de ferramentas.

driver.manage().window().maximize();
driver.maximize_window()
driver.Manage().Window.Maximize();
driver.manage.window.maximize
await driver.manage().window().maximize();
driver.manage().window().maximize()

Minimizar janela

Minimiza a janela do contexto de navegação atual. O comportamento exato deste comando é específico para gerenciadores de janela individuais.

Minimizar Janela normalmente oculta a janela na bandeja do sistema.

Nota: este recurso funciona com Selenium 4 e versões posteriores.